China vai comprar parte do Facebook?

Celso Miranda
08/07/2011 11:18
1
/
2
2
/
2

Fontes anónimas indicam que o governo chinês poderá estar a tentar comprar uma parte substancial das ações do Facebook.

Segundo uma fonte do Business Insider, ligada a um fundo que compra ações do Facebook a antigos empregados, o governo chinês estará interessado na compra de uma percentagem "significativa" das ações do Facebook.

Outra fonte, da mesma publicação, refere um rumor que corre dentro de paredes na sede do Facebook - o banco Citybank estará alegadamente a tentar adquirir cerca de 1,2 mil milhões de dólares em ações do Facebook. Supostamente em nome de dois fundos soberanos. Um do governo chinês e outro de um país no Médio Oriente.

O Business Insider refere ainda que tentou contactar o Facebook e o Citybank, que se escusaram de comentar a notícia. O fundo chinês também foi contactado, no entanto não terá respondido.

Espera-se que o Facebook entre no mercado com um valor próximo dos 100 mil milhões de dólares, o que transforma aquantia de 1,2 mil milhões numa percentagem mínima. Por outro lado, a China poderá apenas comprar ações "não votantes", ou seja, sempoder de decisão dentro da empresa.

Na sua opinião, quais serão os motivos por trás desta tentativa de compra?

Palavras-chave

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Fomos conhecer o Skyorbiter, um satélite atmosférico de baixa altitude desenvolvido em Portugal... que ainda não tem pista para descolar para dar uma volta ao mundo em duas semanas.

Estivemos na IFA e conhecemos em primeira mão algumas das novidades que os principais fabricantes preparam para as cozinhas do futuro. Frigoríficos que tiram fotos, ar condicionado controlado por smartphone e máquinas de café que funcionam através de uma app, entre muitas outras inovações.

Na IFA, conhecemos o Satellite Radius 11 e vimos mais alguns computadores híbridos.

Foi na IFA que experimentamos os Oculus Gear VR que formam uma dupla de sucesso com um Galaxy Note 4.

Estivemos na IFA e experimentamos em primeira mão algumas das novidades no que diz respeito a wearables. Destaque para os relógios inteligentes da LG, Samsung e Sony, para a TalkBand e para o Archos Music Beenie.

Os smartwatches chegaram em força! Mas para que servem e quais são os que mercem lugar no nosso pulso? As respostas nesta edição.

O terceiro e último programa dedicado à IFA este ano. Em destaque neste programa: televisores com ecrãs planos e flexíveis, curvos e até com resolução 5K; uma seleção de wearables para o futuro próximo.

1
2
3

Quatro norte-americanos foram acusados de roubar propriedade intelectual às Forças Armadas, à Microsoft e a empresas de jogos. O valor destas informações ultrapassa os 100 milhões de dólares.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .