China vai comprar parte do Facebook?

Celso Miranda
08/07/2011 11:18
1
/
2
2
/
2

Fontes anónimas indicam que o governo chinês poderá estar a tentar comprar uma parte substancial das ações do Facebook.

Segundo uma fonte do Business Insider, ligada a um fundo que compra ações do Facebook a antigos empregados, o governo chinês estará interessado na compra de uma percentagem "significativa" das ações do Facebook.

Outra fonte, da mesma publicação, refere um rumor que corre dentro de paredes na sede do Facebook - o banco Citybank estará alegadamente a tentar adquirir cerca de 1,2 mil milhões de dólares em ações do Facebook. Supostamente em nome de dois fundos soberanos. Um do governo chinês e outro de um país no Médio Oriente.

O Business Insider refere ainda que tentou contactar o Facebook e o Citybank, que se escusaram de comentar a notícia. O fundo chinês também foi contactado, no entanto não terá respondido.

Espera-se que o Facebook entre no mercado com um valor próximo dos 100 mil milhões de dólares, o que transforma aquantia de 1,2 mil milhões numa percentagem mínima. Por outro lado, a China poderá apenas comprar ações "não votantes", ou seja, sempoder de decisão dentro da empresa.

Na sua opinião, quais serão os motivos por trás desta tentativa de compra?

Palavras-chave

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

A Nvidia lança um tablet Android com ecrã de oito polegadas otimizado para jogos. Há um modo de consola para ligar o tablet à TV e um comando para jogar melhor. 

Já testamos o Sony Xperia Z3, um smartphone topo de gama com os lados arredondados e bastante resistente. 

Uma startup num minuto. Um papel e os sistema de pagamentos do Multibanco – é tudo o que a Last2Ticket precisa para criar um bilhete de concerto ou um voucher de hotel.

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

Colocamos frente a frente os dois topos de gama da Samsung. Saiba quais os pontos fortes do Galaxy Note 4 e do Galaxy Alpha e qual é o mais indicado para si.

Os gigantes Samsung e Apple frente-a-frente num artigo onde também comparamos o iPhone 6 com o Galaxy Alpha e o iPhone 6 Plus com o Galaxy Note 4

Em destaque neste programa: frente a frente, os phablets mais desejados do momento.

1
2
3

Se o utilizador pode comprar itens dentro de uma app, esta já não deve ser publicitada como gratuita. A Apple alterou a política e deixa de anunciar as aplicações como gratuitas, por pressão da União Europeia.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .