exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Carros

Já se pode comprar um Tesla preparado para a condução autónoma

Sérgio Magno

  • 333

Ir do ponto A ao ponto B sem tocar no volante? Vai ser possível com os Tesla, que já estão a ser produzidos com tecnologia que permite a condução totalmente autónoma.

Não, não nos referimos ao famoso Autopilot, disponível nos Tesla desde 2014 e que oferece funcionalidades avançadas de assistência à condução, como pode ver nesta nossa análise em vídeo. Elon Musk foi mais longe e anunciou que a partir de agora todos os Tesla produzidos podem ser equipados com o hardware que vai permitir a condução totalmente autónoma com um nível de segurança muito superior à condução tradicional. O sistema, que verificámos já estar disponível na lista de opcionais quando se encomenda um Tesla (3000 dólares/2800 euros), assenta em oito câmaras, que permitem uma visão de 360 graus em redor do carro (alcance até 250 metros), 12 sensores de ultrassons de última geração e um radar frontal. Todos estes sensores enviam os dados por um computador central que, segundo a Tesla, tem 40 vezes mais capacidade que a geração anterior que lidava com o Autopilot.

A marca garante que esta nova tecnologia vai permitir uma condução totalmente autónoma com um nível de segurança muito superior à condução tradicional, com um humano ao volante. Isto porque o sistema vai ser capaz de ver muito mais além do que um humano consegue, mesmo quando as condições ambiente são muito adversas, como é o caso de chuva forte, nevoeiro cerrado e neve.

Condução autónoma: uma atualização automática e grátis

Mas não é para já que se vai poder usar o sistema. Elon Musk explicou que durante os próximos tempos o novo hardware vai ser calibrado. A Tesla vai processar os dados de milhões de quilómetros feitos pelos carros da marca de modo a garantir a eficiência do sistema. Só depois é que a condução autónoma vais estar disponível a bordo dos automóveis da marca, os atuais Model S e X e o futuro Model 3. Uma funcionalidade que vai surgir através de uma atualização grátis e remota.

Ou seja, os clientes Tesla que optarem por adicionar este opcional vão ganhar um carro com condução autónoma quando a atualização surgir. Não menos interessante, aparentemente todos os Model S e X vão incluir este hardware de origem o que significa que mesmo quem não adquirir o opcional pode, mais tarde, fazer a atualização – o preço aumenta para 4 mil dólares ou 3700 euros.

Mas há um «mas». De acoro com o blog da marca, os Tesla «equipados com o novo hardware não vão ter, temporariamente, algumas das funções de segurança disponíveis nos Tesla com o Autopilot da primeira geração, como travagem de emergência automática, aviso de colisão, manutenção de faixa de rodagem e cruise control ativo». O mesmo comunicado indica que estas funcionalidades vão ser ativadas, através de atualizações automáticas, à medida que sejam validadas. A Tesla garante ainda que estas atualizações vão também melhorar o Autopilot de primeira geração.

Neste vídeo a Tesla demonstra a tecnologia em ação.

  • 333