exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Carros

Faraday Future já apresentou o primeiro carro de produção: um SUV com mais de 1000 cavalos

O primeiro carro elétrico da Farady Future apresenta características muito exclusivas e já pode ser reservado por 5000 dólares nos Estados Unidos. Mas será que vai ser realmente produzido?

  • 333

As notícias recentes sobre a Farady Future não têm sido as melhores. A saída de vários executivos e rumores sobre problemas financeiros têm criado muitas dúvidas sobre o futuro da empresa. Ainda na semana passada ficou a saber-se que Marco Mattiaci, Diretor de Marca e Responsável Comercial, e Joerg Sommer, Diretor de Marketing de Produto, abandonaram a empresa. A causa terá sido um “apertar de cinto” imposto pelos investidores chineses – apesar de sedeada na Califórnia, a Farady Future foi criada com capital vindo da China.

Mas apesar destes problemas, a FF não só marcou presença na CES, a maior feira de tecnologia nos Estados Unidos, como cumpriu a promessa de apresentar o primeiro carro que irá ser comercializado, o FF 91.

Já se sabia que se tratava de um SUV de alto desempenho, mas os dados agora apresentados parecem apontar para um modelo de superluxo carregado de tecnologia e capaz de um desempenho superior à referência atual do mercado, o Tesla Model X.

O FF 91 promete ser o SUV mais rápido do mundo, com uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em menos de 3 segundos graças a um a potência de 1050 cavalos. Potência que é distribuída pelas rodas por vários motores o que, segundo a marca, permite um controlo muito apurado da distribuição do binário e da potência por cada uma das rodas.

O FF 91 é apresentado como o primeiro carro de produção com radar lidar 3D retrátil, que complementa 10 câmaras de alta definição, 13 radares de curto e longo alcance e 12 sensores ultrassónicos. Tudo para garantir que o FF 91 está preparado para condução autónoma em qualquer condição.

A autonomia máxima anunciada é de 700 km segundo a norma NEDC e de cerca de 600 km segundo a mais exigente norma EPA. A bateria tem uma capacidade de 130 kWh, 30 kWh mais que as baterias de maior capacidade disponíveis nos Tesla.

  • 333