exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Carros

Conduzir o Nissan LEAF vai mesmo significar plantar árvores em Portugal

A Nissan e Turismo do Centro de Portugal assinaram uma parceria para a reflorestação das zonas do centro do país atingidas pelos grandes incêndios de junho e outubro do ano passado

  • 333
Antonio Melica, diretor-geral da Nissan Portugal, e Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro de Portugal

Antonio Melica, diretor-geral da Nissan Portugal, e Pedro Machado, presidente do Turismo do Centro de Portugal

A Nissan aproveitou a segunda edição do Fórum Mobilidade Inteligente, que decorreu em Oeiras, para anunciar uma parceria com o Turismo do Centro de Portugal. O LEAF4Trees tem por objetivo plantar árvores no centro do país para reflorestar zonas que foram afetadas pelos grandes incêndios de 2017.

Os condutores do Nissan LEAF já estão habituados a ver árvores virtuais a nascer no painel de instrumentos, uma informação que pretende alertar para o dióxido de carbono que não foi emitido graças à utilização deste carro elétrico. Quanto mais eficiente for a condução, mais árvores virtuais surgem neste contador. Segundo Ponz Pandikuthira, vice-presidente da Nissan Europa para o planeamento de produto, os mais de 300 mil LEAF vendidos em todos o mundo já evitaram emissões de dióxido de carbono equivalentes às emissões que seriam processadas por uma floresta 25 vezes maior que Lisboa.

A participação de Portugal nesta poupança de emissões é importante. Antonio Melica, diretor-geral de Nissan Portugal, explicou que os mais de 1000 carros elétricos da Nissan em circulação no nosso país fazem cerca de 20 milhões de quilómetros por ano. O que significa que permitem a poupança de emissões de duas mil toneladas de CO2, o equivalente ao “trabalho “ de quase 150 mil árvores.

E será este contador que vai ser usado pela Nissan para financiar a reflorestação agora anunciada. Por cada árvore virtual gerada entre abril de 2018 e junho deste ano, a Nissan vai plantar duas árvores reais com a coordenação do Turismo do Centro de Portugal.