exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Eco

Ministério de Ambiente relança rede Mobi.e

A rede Mobi.e para carregamento de carros elétricos vai ser renovada, incluindo a instalação de 50 potos de carga rápida.

  • 333

Sérgio Magno

A recuperação e renovação da rede de carregamento Mobi.e vai avançar. Num comunicado disponível no Portal do Governo pode ler-se que «será disponibilizada uma verba de 1,9 milhões de euros para dotar o País com uma rede completa de 1250 pontos de carregamento, retomando a iniciativa num domínio que esteve praticamente esquecido nos últimos quatro anos». No mesmo texto é indicado que além da recuperação dos postos já disponíveis, muitos dos quais estão avariados ou vandalizados, vão ser instalados novos postos: 124 postos de carga normal e 50 postos de carga rápida. Quando completada, a nova rede deverá permitir chegar a qualquer ponto do país usando veículos elétricos.

O Ministério do Ambiente informa que amanhã, dia 26 de fevereiro, será assinado um protocolo «entre a Inteligência em Inovação, Centro de Inovação (Inteli), representante do consórcio IDT MOBI.E e a Agência Portuguesa do Ambiente, entidade gestora do Fundo Português de Carbono», que prevê um investimento de 1,9 milhões de euros e o início da instalação de novos postos em setembro deste ano.

O Governo garante ainda «publicar em breve um conjunto de Portarias que completarão o regime jurídico da Mobilidade Elétrica e que permitirão a criação de mercado aberto e concorrencial de fornecedores de energia e operadores de pontos de carregamento, sob a coordenação da entidade gestora MOBI.E».

Recorde-se que, em declarações ao Expresso, o anterior governo tinha, através do Ministro do Ambiente, Jorge Moreira da Silva, prometido instalar 49 postos de carga rápida até ao final de 2015, o que não veio a acontecer.

  • 333