exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

MI - Mobilidade Inteligente

Pininfarina desenha supercarro elétrico de dois milhões de dólares

Dilpesh Laxmidas

A empresa que desenha Ferraris também quer entrar nos carros elétricos: a Pininfarina está a desenvolver um supercarro “verde” avaliado em dois milhões de dólares.

  • 333

Exame Informática

A Automobili Pininfarina, uma spinoff da icónica marca, anunciou imagens do PFO, um supercarro alimentado a baterias elétricas capaz de chegar aos 400 km/h. O CEO desta empresa, Michael Perschke, anunciou uma autonomia de até 500 quilómetros e a possibilidade de carregar 80% da bateria em 10 a 15 minutos. Sendo um supercarro, promete ir dos 0 aos 100 km/h bastante rápido: apenas dois segundos, segundo o The Verge. O PFO vai ser mostrado no Salão Automóvel de Genebra do próximo ano e, com um preço a rondar os dois milhões de dólares, deve chegar ao mercado no ano seguinte. O protótipo, no entanto, poderá ser visto na Monterey Car Week ainda este ano.

Recorde-se que a Ferrari anunciou a intenção de ter um supercarro elétrico, a Porsche está a desenvolver o conceito do Mission E, a BMW tem o roadster i8 e a McLaren quer gastar 2,1 mil milhões de dólares com a eletrificação. Assim, a Pininfarina é só o player de luxo mais recente neste segmento.

A estratégia da Pininfarina passa por falar com tecnológicas para estabelecer parcerias. «Preferimos falar com outros como a Apple, a Google e a Salesforce, que já estão na tecnologia, para integrá-los, do que estar a produzir os nossos próprios sistmeas. Os OEMs defendem a arquitetura do infotenimento. Integro completamente um iPhone de bom grado», disse Perschke, defendendo a estratégia da empresa.

Por outro lado, a empresa está também apostada na sustentabilidade, com materiais de fontes eticamente sustentáveis, madeiras naturais e tintas sem químicos nocivos.

Há ainda planos para partilhar uma fábrica com outros fabricantes de veículos elétricos, fornecedores de peças e parceiros. Além do PFO, a Pininfarina prevê mostrar outras propostas mais amigas do ambiente, nomeadamente carros a hidrogénio, que usem o conceito do H2 como referência.