exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

MI - Mobilidade Inteligente

Uber quer testar “táxis aéreos” na Austrália

ROBERT LEVER - Getty Images

Melbourne foi a terceira cidade escolhida para os testes dos veículos aéreos sem piloto da companhia de transporte americana, devido às carcterísticas geográficas, demográficas, tecnológicas e culturais que a cidade apresenta

  • 333

Francisco Garcia

A Uber anunciou que escolheu Melbourne, uma cidade costeira no sudeste australiano, para iniciar os primeiros testes do novo serviço de táxi aéreo, o UberAir, fora dos Estados Unidos. Antes de escolher a Austrália, a empresa americana tinha planos para testar esta tecnologia no Dubai, que acabaram por cair por terra devido a atrasos do programa de testes.

De acordo com a Reuters, na terça-feira passada, a Uber confirmou que, para além de Melbourne, vai começar a testar os voos sem piloto nas cidades americanas de Dallas e Los Angeles em 2020. Caso tudo corra como previsto, a empresa só abrirá um segmento comercial com esta tecnologia a partir de 2023.

À agência de comunicação, Susan Anderson, responsável da Uber pelas regiões da Austrália, Nova Zelândia e da região norte da Ásia, contou que «os governos de várias regiões australianas abraçaram esta tecnologia por verem nela uma alternativa de transporte para o futuro». Explicou que «Melbourne tem vários fatores que tornam a cidade o local perfeito para o terceiro lançamento da UberAir», sublinhando a importância da geografia, da demografia, da cultura e espírito de inovação da cidade.

Os testes preveem transportar passageiros desde um dos sete centros comerciais da cadeia Westfield na cidade até ao aeroporto de Melbourne. Do centro de negócios da cidade até ao aeroporto são 19 km e a Uber espera conseguir percorrer a distância em 10 minutos no ar – a companhia de transporte afirma que de carro são necessários pelo menos 25 minutos para concluir o percurso.

A empresa refere ainda que o sistema para chamar os “táxis aéreos” será semelhante ao que é utilizado para chamar carros através do smartphone.

  • 333