exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

MI - Mobilidade Inteligente

Controlo remoto da Tesla está preocupar as autoridades

Tesla

Usada já por mais de meio milhão de utilizadores, a ferramenta Smart Summon causou já alguns incidentes e está a ser investigada pela National Highway Traffic Safety Administration

  • 333

Francisco JM Garcia

A nova função de Smart Summon incluída na mais recente atualização de software da Tesla já está a dar que falar. Consiste numa espécie de ferramenta de controlo remoto que permite ao utilizador comandar o Tesla (sem condutor ao volante) até si em baixa velocidade, através de uma aplicação de telemóvel.
Esta quarta-feira, a National Highway Traffic Safety Administration (NHTSA, na sigla em inglês), uma instituição reguladora da segurança nas estradas norte-americanas, confirmou já ter registado vários incidentes causados pelo mau uso da ferramenta.

Em comunicado, a NHTSA explicou «estar ciente das situações que envolvem a ferramenta Tesla Summon», afirmando que «estão em contacto com a empresa para reunir o máximo de informações sobre o tema».

Embora a Tesla não tenha partilhado informações com a Cnet, a publicação conta que a marca automóvel deixou bem claro quando e onde a ferramenta (ainda em versão beta) deve ser usada nas notas de atualizações de software. A empresa explica então que a «Smart Summon deve ser apenas usada em parqueamentos privados e entradas de residências».

Nas redes sociais, Elon Musk, diretor-executivo da Tesla, revelou que a ferramenta foi já usada por 550 mil utilizadores nos dias após o lançamento. Recorde-se que a Smart Summon foi lançada na semana passada juntamente com um leque de outras atualizações direcionadas para o entretenimento a bordo, nomeadamente, acesso às aplicações da Netflix, Hulu, Spotify, bem como o jogo Cuphead na Tesla Arcade.

  • 333