exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Notícias

Há três novos iPhone – XS, XS Max e XR – e um relógio capaz de fazer eletrocardiogramas

O evento da Apple mostrou que o Watch Series 4 vai ser capaz de fazer eltrocardiogramas e que os novos iPhone vão estar disponíveis com ecrãs OLED de 5,8 e 6,5 polegadas, o XS e o XS Max, e LCD de 6,1", o XR. Os preços em Portugal para as versões XS variam de 1179 a 1679 euros. Acompanhámos a apresentação em direto

  • 333

Depois de um vídeo de apresentação ao estilo "Missão Impossível", Tim Cook subiu ao palco e começou por anunciar um número impressionante: já foram comercializados quase 2 mil milhões de dispositivos com o sistema operativo móvel iOS.

Tim Cook confirmou que hoje é dia de se apresentar novidades em duas áreas: Apple Watch e iPhone. E o primeiro anúncio é o novo Apple Watch, a quarta série.

O novo Apple Watch tem um volume mais pequeno, mas tem uma área de ecrã 40% maior

O novo Apple Watch tem um volume mais pequeno, mas tem uma área de ecrã 40% maior

A interface do Watch foi redesenhada de modo aprofundado. As "faces" do relógio são personalizáveis e até podem incluir fotos de pessoas e "papéis de parede" animados. A maior área disponível foi aproveitada para se apresentar mais informação num único ecrã. O botão rotativo agora é háptico para aumentar a intuitividade da utilização e o som foi melhorado.

No interior há um novo processador de 64 bits e dois núcleos, o S4, que, segundo a Apple, tem o dobro do desempenho do antecessor.Também o acelerómetro e o giroscópio foram muito melhorados, aumentado a sensibilidade. O suficiente para que o relógio seja capaz de identificar uma queda. Esta funcionalidade pode ser usada para, por exemplo, avisar um familiar que o utilizador caiu e, como tal, pode estar dificuldades. No campo da saúde, a melhoria na capacidade de análise do batimento cardíaco vai traduzir-se em novos alertas, incluindo a possibilidade de detetar algumas falhas cardíacas e até fazer um eltrocardiograma. A Apple garante que este é o primeiro dispositivo comercial de venda livre com esta capacidade. A própria organização que regulamenta a medicação no Estados Unidos aprovou estas capacidades de análise cardíaca.

Numa época em que se tanto fala de privacidade, é natural que os responsáveis da Apple tenham salientado que os dados são estritamente privados e só o utilizador pode partilhá-los.

O Apple Watch Series 4 deverá ter autonomia para todo o dia. Como é habitual, existem diversas variações de cores e diferentes braceletes, incluindo modelos da Nike e Hermès. O preço base, nos Estados Unidos, é de 399 dólares (499 dólares com telefone integrado, que não foi anunciado para Portugal) e começa a ser vendido a 21 de setembro. Em Portugal, o Watch Series 4 de 40 mm começa nos 439 euros (469 euros para a versão de 44 mm).

O chassis dos novos iPhone XS e XS Max são construídos em aço inoxidável e podem mergulhar vários metros (à prova de líquidos)

O chassis dos novos iPhone XS e XS Max são construídos em aço inoxidável e podem mergulhar vários metros (à prova de líquidos)

Os novos iPhone

Tim Cook lança a apresentação dos novos iPhone começando por garantir que o iPhone X é o smartphone mais vendido em todo o mundo. Como esperado, os novos iPhone recebem a denominação XS.

Os XS vão estar disponíveis com duas dimensões de ecrãs: OLED de 5,8 e 6,5 polegadas com, respetivamente, 2436x1125 e 2688x1242 píxeis (Super Retina Display). O maior recebe a denominação XS Max, como antecipado pelos rumores.

No interior há um novo processador, o A12 Bionic, o primeiro construído a 7 nanómetros. Tem seis núcleos de processamento geral, quatro unidades de processamento gráfico e um "motor neural" com oito núcleos. Esta unidade tem capacidade de "machine learning" e é capaz de realizar 5 biliões de operações por segundo. O que, segundo Phil Schiller, torna este o mais poderoso chip jamais feito para dispositivos móveis.

Um dos exemplos da utilização deste poder computacional é a funcionalidade de a câmara fazer montagens em tempo real com a análise de mais de 50 músculos faciais do utilizador.

Como seria de esperar, há novidades no campo da realidade aumentada. Uma vez mais, a capacidade de processamento permite adicionar efeitos gráficos sofisticados em imagens reais captadas pela câmara e em tempo real. Numa das demonstrações foi apresentada uma app que permite, recorrendo à câmara do iPhone, analisar o comportamento de jogadores reais ao treinarem basquetebol. O sistema é capaz de, por exemplo, detetar quando a bola é encestada e quais os diferentes parâmetros dos jogadores, como ângulo do movimento e velocidade. Foi ainda demonstrado um novo jogo de Realidade Aumentada em modo multiplayer, onde jogadores competem num espaço que mistura imagens reais com imagens virtuais.

Câmara dupla
No total há quatro câmaras, duas frontais (para selfies e capacidades 3D) e duas traseiras. A resolução das câmaras principais (normal e wide) não impressionam: são "apenas" 12 megapíxeis. Mas a Apple garante que a melhoria de qualidade é muito evidente graças à forma como o processamento neural analisa as imagens: um bilião de operações em cada foto feita. Por exemplo, o sistema não só deteta a presença de uma face, como é capaz de detetar os vários elementos dessa face, como olhos, boca e nariz. Um novo modo HDR inteligente consegue criar uma única imagem com várias fotos feitas de modo quase instantâneo.

Mas talvez a novidade mais inovadora seja a capacidade de mudar a profundidade de foco após a captura. Outros sistemas já fazem algo semelhante, mas as imagens demonstradas pela Apple parecem provar que esta funcionalidade está num nível muito acima da concorrência.

No que concerne à autonomia, Phil Schiller garante que o novos XS e XS Max têm, respetivamente, mais 30 minutos e mais 1h30 que o X.

Uma das maiores novidades é o Dual SIM, nunca antes disponível no iPhone. Mas o Dual SIM é diferente do habitual: só há uma ranhura física para um SIM porque o segundo está integrado (depende do operador).

O iPhone XR tem chassis de alumínio e um ecrã que chega praticamente à margem

O iPhone XR tem chassis de alumínio e um ecrã que chega praticamente à margem

Um iPhone X mais acessível
Outro rumor confirmado: o iPhone XR. O modelo de entrada de gama da nova série. Tem um ecrã LCD de de 6,1" com resolução de 1792x828 píxeis. Como os restantes iPhone, não tem botão Home, mas sim Face ID (reconhecimento facial 3D). Em termos de tecnologia, tem características muito similares ao iPhone X, mas com o novo processador A12 Bionic, o que significa que tem as mesmas capacidades apresentadas para os XS e XS Max.

A câmara traseira é a mesma câmara wide de 12 MP usada nos XS e XS Max e tem também as funcionalidades de mudança de profundidade de focagem e de HDR inteligente dos irmãos mais caros.

Preço e disponibilidade
O iPhone XS e XS Mas cai estar disponível com capacidades de 64, 256 e 512 GB. Os preços começam, respetivamente, nos 1179 e 1279 euros, e começam a ser entregues em 21 de setembro (Portugal incluído). O iPhone XS Max com 512 GB de capacidade tem um preço de 1679 euros.

O iPhone XR chega mais tarde, no final de outubro, com um preço base de 879 euros.

100% de energia limpa
Durante a apresentação houve espaço para anunciar que a Apple já só usa energia de fontes renováveis, incluindo nos servidores que processam o serviços cloud, como o iMessages. De acordo com a empresa, o novo iPhone utiliza uma grande percentagem de materiais reciclados que reduz significativamente a utilização de novo materiais minerados.

Transmissão em direto via YouTube