Primeiro hambúrguer de carne artificial fica pronto em outubro

Hugo Séneca
20/02/2012 16:48
Depois de mostrarem ao mundo o primeiro hambúrguer produzido a partir de células estaminais, os investigadores holandeses vão começar a trabalhar nos primeiros produtos comerciais

Um pequeno passo para o hambúrguer; um enorme passo para quem trabalha com células estaminais. Investigadores holandeses já estão a produzir carne artificial a partir de células estaminais.

O feito tem tanto de inovador como de polémico, oneroso e lento: as primeiras tiras de carne artificial exigiram mais de 250 mil euros de investimento, e precisam de oito meses de gestação até alcançarem as suas dimensões máximas. E por isso, só em outubro ficará pronto o primeiro hambúrguer produzido com este tipo de carne.

Na Universidade de Maastricht, Holanda, nenhum destes factos chega a desmobilizar a otimismo reinante: depois do provado o conceito, os investigadores holandeses querem avançar para o desenvolvimento dos primeiros produtos com carne artificial, que poderão ser encontrados, no futuro, nos supermercados.  De acordo com o The Telegraph, os investigadores podem produzir carne artificial de vaca, borrego, frango ou porco, recorrendo sempre a células estaminais.

Para produzirem as primeiras tiras de carne artificial, os investigadores juntaram, numa solução com nutrientes, plasma de fetos de bovinos e células estaminais, que se multiplicam 30 vezes, sob a forma de células do músculo dos animais dadores.

Com este processo, os investigadores holandeses acreditam produzir tiras de carne com um máximo de três centímetros de comprido, 1,5 centímetros de largura, e espessura de meio milímetro. Os investigadores estimam que serão necessárias 200 tiras de cerne artificial para produzir um hambúrguer.

Depois de uma primeira experiência com células estaminais de porco e plasma de fetos de cavalo, o investigador holandês conseguiu replicar o mesmo processo com células estaminais e plasma de vitela.

Apesar de ser possível extrair células estaminais sem matar os animais, o investigador holandês que lidera este projeto acredita que o processo desenvolvido na universidade de Maastricht vai continuar a implicar a morte dos dadores, por questões de eficiência. «Acredito que vai haver no mundo um número mínimo de animais dadores que vão sendo guardados, para que se possa continuar a extrair células estaminais», prevê Mark Post, investigador da universidade de Maastricht.

Além de, eventualmente, reduzir o número de animais mortos, a produção de carne artificial poderá dar resposta às crescentes necessidades de uma população crescente, bem como limitar o impacto que a criação de animais em larga escala pode ter no ecossistema.

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Fomos conhecer o Skyorbiter, um satélite atmosférico de baixa altitude desenvolvido em Portugal... que ainda não tem pista para descolar para dar uma volta ao mundo em duas semanas.

Estivemos na IFA e conhecemos em primeira mão algumas das novidades que os principais fabricantes preparam para as cozinhas do futuro. Frigoríficos que tiram fotos, ar condicionado controlado por smartphone e máquinas de café que funcionam através de uma app, entre muitas outras inovações.

Na IFA, conhecemos o Satellite Radius 11 e vimos mais alguns computadores híbridos.

Foi na IFA que experimentamos os Oculus Gear VR que formam uma dupla de sucesso com um Galaxy Note 4.

Estivemos na IFA e experimentamos em primeira mão algumas das novidades no que diz respeito a wearables. Destaque para os relógios inteligentes da LG, Samsung e Sony, para a TalkBand e para o Archos Music Beenie.

A Não perder

Os smartwatches chegaram em força! Mas para que servem e quais são os que mercem lugar no nosso pulso? As respostas nesta edição.

EI Tv

O terceiro e último programa dedicado à IFA este ano. Em destaque neste programa: televisores com ecrãs planos e flexíveis, curvos e até com resolução 5K; uma seleção de wearables para o futuro próximo.

O segundo de três programas dedicados à IFA, a maior feira de eletrónica de consumo da Europa. Em destaque neste programa: os smartphones e tablets que vêm aí e os eletrodomésticos mais inovadores.

O primeiro de três programas dedicados à IFA, a maior feira de eletrónica de consumo da Europa. Em destaque neste programa: Galaxy Note 4, Gear VR, Galaxy Note Edge e Toshiba Satellite Radius 11.

 

Quatro norte-americanos foram acusados de roubar propriedade intelectual às Forças Armadas, à Microsoft e a empresas de jogos. O valor destas informações ultrapassa os 100 milhões de dólares.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .