Patentes: Nokia estuda tatuagens que vibram, para sabermos quando nos telefonam

20/03/2012 14:06

Algumas patentes são estranhas à primeira vista. A da Nokia, sobre tatuagens magnéticas que vibram ao sabor das chamadas, pertence a esta categoria.

Nokia.jpeg

Segundo o UnwiredView, a Nokia pretende levar o feedback háptico até ao corpo do utilizador, através de tatuagens que empregam tintas ferromagnéticas e que vibram ao sabor dos comandos do telefone.

A tecnologia háptica é aquela que, por exemplo, faz o telefone vibrar quando tocamos no ecrã. Agora, e segundo a patente da Nokia, a empresa pretende levar este tipo de feedback para o próprio corpo do utilizador.

Segundo a patente, a Nokia propõe “um material passível de ser colado à pele, capaz de detetar um campo magnético e transmitir um estímulo perceptível à pele, onde o estímulo perceptível se ligue ao campo magnético”.

Por outras palavras, o que a Nokia pretende é criar dispositivos ou tatuagens que vibrem ao sabor dos campos magnéticos, no corpo do utilizador.

Segundo o The Wall Street Journal, a ideia da Nokia é que, da mesma forma que temos diferentes toques para diferentes contactos, no futuro os telefones possam emitir campos magnéticos diversos consoante o contacto que nos está a ligar, ou para indicar que a bateria está fraca, ou que recebemos uma SMS, por exemplo.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática 248, Fevereiro

Passa muito tempo nas redes sociais? Então está na altura de começar a ganhar dinheiro no YouTube e no Facebook! Temos um guia sobre impressão 3D e testes ao portátil HP Star Wars, aos telemóveis Nexus 6P e Huawei Mate 8 e a hoverboards. Também conversámos com o guru da tecnologia da Nissan e sentámo-nos numa cadeira que corrige automaticamente a postura.

EI Tv