Música clássica aumenta longevidade de quem faz transplantes

23/03/2012 11:29

Mozart e Verdi não são médicos, mas podem ajudar a aumentar a longevidade de quem fez um transplante de coração.

«O concerto da Enya já acabou?»

Masateru Uchiyama, investigador da Universidade Hospital Juntendo, em Tóquio, analisou as reações de ratinhos de laboratório a transplantes de coração e chegou à conclusão que a música clássica pode ter efeitos benéficos para a longevidade.

As experiências exigiram o sacrifício de vários ratinhos, que foram sujeitos a transplantes de corações não compatíveis. No período que se seguiu aos transplantes, o investigador japonês expôs as cobaias a diferentes estilos musicais. E foi assim que descobriu que as cobaias que ouviam música clásica sobreviveram mais do dobro do tempo das cobaias que foram expostas à música Pop.

Segundo o investigador, os ratinhos expostos a sessões contínuas de La Traviata de Verdi sobreviveram, em média, 26 dias após a operação. Os ratinhos que escutaram uma seleção de concertos de Mozart sobreviveram em média 20 dias, após transplante.

Em contrapartida, as cobaias que foram sujeitas a música de Enya duraram em média 11 dias; e as que foram sujeitas a sons monocórdicos não foram além de sete dias, informa a NewScientist.

Também foram feitas experiências com ratinhos surdos, mas estas cobaias também morreram ao cabo de sete dias, apesar de escutarem música clássica. O que levou os investigadores japoneses a concluir que não são as vibrações, mas as harmonias usadas na música clássica que têm a capacidade para retardar a rejeição de órgãos transplantados.

Em breve, os investigadores vão testar esta vertente da musicoterapia em pessoas que receberam transplantes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Em oito meses houve 133 ataques de laser contra aviões em Portugal

Em Portugal, a triste de moda de apontar lasers aos cockpits dos aviões não parou de crescer desde 2010. Responsável do gabinete de investigação a acidentes aéreos pede nova legislação.

Repórter EI: CarCoDe

Mostramos um sistema de telemetria desenvolvido em Castelo Branco e que mostra ao pormenor como estão todos os componentes de um carro.

Dicas EI: Bluetooth

Saiba o que é e como tirar o melhor partido deste padrão de comunicação entre dispositvos.

I-GotU Pod 30 em análise

Experimentamos um pequeno dispositivo que inclui vários sensores ideias para desportistas e que permitem, por exemplo, controlar o ritmo das corridas.

Exame Informática TV n.º 451

Em destaque neste programa: mostramos como a tecnologia ajuda a Easyjet a ser mais eficiente e conhecemos o CarCode, um sistema que diz tudo sobre os componentes de um automóvel. 

Exame Informática 242, agosto

Não procure mais! Estão aqui 100 das melhores aplicações que pode, e deve, ter no seu smartphone e tablet. Também testámos o televisor mais fino do mundo, revelamos os melhores gadgets para ter consigo no verão e, entre muitas outras coisas, descobrimos como é fácil clonar um passaporte português.

EI Tv

Exame Informática TV n.º 451

Em destaque neste programa: mostramos como a tecnologia ajuda a Easyjet a ser mais eficiente e conhecemos o CarCode, um sistema que diz tudo sobre os componentes de um automóvel. 

Exame Informática TV n.º 450

Em destaque neste programa: voamos o Parrot Bebop e mostramos um sensor ideal para desportistas.

Exame Informática TV n.º 449

Em destaque neste programa: conhecemos um robô que ajuda os mais velhos a manterem-se em forma e mostramos dois relógios inteligentes da Growing.