Música clássica aumenta longevidade de quem faz transplantes

Hugo Séneca
23/03/2012 11:29

Mozart e Verdi não são médicos, mas podem ajudar a aumentar a longevidade de quem fez um transplante de coração.

«O concerto da Enya já acabou?»

Masateru Uchiyama, investigador da Universidade Hospital Juntendo, em Tóquio, analisou as reações de ratinhos de laboratório a transplantes de coração e chegou à conclusão que a música clássica pode ter efeitos benéficos para a longevidade.

As experiências exigiram o sacrifício de vários ratinhos, que foram sujeitos a transplantes de corações não compatíveis. No período que se seguiu aos transplantes, o investigador japonês expôs as cobaias a diferentes estilos musicais. E foi assim que descobriu que as cobaias que ouviam música clásica sobreviveram mais do dobro do tempo das cobaias que foram expostas à música Pop.

Segundo o investigador, os ratinhos expostos a sessões contínuas de La Traviata de Verdi sobreviveram, em média, 26 dias após a operação. Os ratinhos que escutaram uma seleção de concertos de Mozart sobreviveram em média 20 dias, após transplante.

Em contrapartida, as cobaias que foram sujeitas a música de Enya duraram em média 11 dias; e as que foram sujeitas a sons monocórdicos não foram além de sete dias, informa a NewScientist.

Também foram feitas experiências com ratinhos surdos, mas estas cobaias também morreram ao cabo de sete dias, apesar de escutarem música clássica. O que levou os investigadores japoneses a concluir que não são as vibrações, mas as harmonias usadas na música clássica que têm a capacidade para retardar a rejeição de órgãos transplantados.

Em breve, os investigadores vão testar esta vertente da musicoterapia em pessoas que receberam transplantes.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Os novos topos de gama da Samsung chegam em abril

A Samsung acaba de apresentar em Barcelona os Galaxy S: Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge. Os terminais vão estar disponíveis em abril em Portugal versões de 32, 64 e 128 GB. 

Kit Painel Solar Boa Energia em análise

Testamos um kit de autoconsumo Boa Energia: instale um painel solar diretamente na sua varanda e reduza a conta da eletricidade no fim do mês.

Ortótese ajuda a regenerar músculos

Fomos ao Instituto Superior Técnico conhecer uma ortótese que estimula os músculos através de corrente elétrica.

Exame Informática n.º 420

Em destaque neste programa: mostramos um chão inteligente e revelamos os novos tablets Magalhães.

Pavimentos inteligentes na Universidade de Aveiro

Na Universidade de Aveiro, está a ser desenvolvido um pavimento repleto de sensores que permite saber onde está um objeto ou uma pessoa a cada momento.

Exame Informática 237, março

O telemóvel pode conter uma vida inteira - e perdê-lo pode ser suficiente para mudar de vida. Mas há outras formas mais felizes de mudar de vida: preencher uma das 10 mil vagas de emprego nas tecnologias, escolher o melhor operador de TV e Net, dar os primeiros passos no Windows 10 ... ou comprar a Exame Informática 237, que acaba de chegar às bancas.

EI Tv

Exame Informática n.º 420

Em destaque neste programa: mostramos um chão inteligente e revelamos os novos tablets Magalhães.

Exame Informática n.º 419

Em destaque neste programa: testamos um painel solar que pode montar facilmente em casa e um smartphone que usa a plataforma Intel.

Exame Informática n.º 418

Em destaque neste programa: revelamos uma bengala cheia de tecnologia e de que forma o Instituto de Telecomunicações do Algarve quer combater o cancro.