Marinha dos EUA quer espiar consolas... de estrangeiros

09/04/2012 10:39

A Marinha dos EUA vai pagar a uma empresa para extrair dados de consolas: o objetivo é ver se foi passada alguma informação sensível através das consolas de videojogos.

uma Xbox prontinha para ser hackeada pela Marinha norte-americana

uma Xbox prontinha para ser hackeada pela Marinha norte-americana

Aempresa que ganhou o concurso vai receber quase 180 mil dólares pela tarefa. Oobjetivo passa por extrair dados de consolas detidas por estrangeiros everificar se está a ser divulgada informação considerada sensível. O processode espionagem não pode ser aplicado a cidadãos dos EUA, segundo a legislaçãodaquele país.

Nadescrição, o concurso referia que o objetivo é que fossem criadas formas devigiar consolas novas e usadas e que se conseguisse captar dados, noticia a ZDNet.A lista de tarefas da Obscure Technologias, empresa que venceu o concurso,inclui passar informação limpa (que não tenha dados de utilizadores) emonitorizar os sistemas online e offline.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática, 252, junho

Em Portugal há sistemas de abastecimento de água e de gás que têm graves falhas de segurança. Até centrais elétricas podem cair nas mãos dos hackers. Investigámos e contamos tudo. Como sempre, testámos muitos dispositivos e falámos com o português que participou em 10 missões espaciais. Mas há muito mais para conhecer nesta edição.

EI Tv