Mulher paralítica corre maratona de Londres com fato biónico

09/05/2012 13:24

Uma britânica de 32 anos correu 42 quilómetros com a ajuda de um fato biónico, um exosqueleto mecânico desenvolvido para pessoas paralisadas.

bionico.jpeg

Na terça-feira, Claire Lomas, uma britânica de 32 anos, tornou-se na primeira pessoa a completar uma maratona usando um fato biónico.

A britânica terminou a maratona de 42 km 16 dias depois de esta ter começado, com a ajuda do exosqueleto ReWalk, criado por Amit Goffer.

Segundo o The Verge, Lomas ficou paralisada da cintura para baixo depois de ter partido o pescoço num acidente em 2007, enquanto cavalgava. Nos cinco anos que se seguiram ao acidente, Lomas fez skydiving, aprendeu monoski e voltou a cavalgar.

Em janeiro, foi-lhe emprestado um fato ReWalk, no valor de 53 mil euros para correr a maratona de Londres. A ideia era angariar dinheiro para o projeto Spinal Research, um fundo de caridade que faz pesquisa na área da paralisia causada por lesões nas costas e pescoço.

Os sensores do exosqueleto e o computador embutido detetam mudanças no peso e equilíbrio, o que origina movimentos nos membros inferiores. Estes movimentos são executados por pequenos motores, alimentados por uma bateria incluída na mochila integrada.

Veja aqui o vídeo do The Telegraph.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática 248, Fevereiro

Passa muito tempo nas redes sociais? Então está na altura de começar a ganhar dinheiro no YouTube e no Facebook! Temos um guia sobre impressão 3D e testes ao portátil HP Star Wars, aos telemóveis Nexus 6P e Huawei Mate 8 e a hoverboards. Também conversámos com o guru da tecnologia da Nissan e sentámo-nos numa cadeira que corrige automaticamente a postura.

EI Tv