Contar pessoas através de imagens de satélite

25/05/2012 10:06

Investigadores querem contar pessoas em áreas afetadas por guerras ou desastres naturais com recurso a imagens de satélite. O projeto piloto já está a dar frutos.

A Terra vista à lupa

A organização Médicos Sem Fronteiras é uma das parceiras neste projeto. «Os números da população são tudo. Precisamos de calcular o tamanho, a escala e o modo de intervenção e não o conseguimos fazer se não soubermos quantas pessoas estão», explica Ruby Siddiqui, dos Médicos Sem Fronteiras.

Neste momento, as contas são feitas por estimativa e por amostragem de um determinado local. Por exemplo, organizações humanitárias visitam um bairro e recolhem dados sobre a densidade populacional e depois extrapolam para toda a cidade, noticia a New Scientist.

Este método, além de acarretar riscos para quem está no terreno, pode também ser impreciso e exige demasiadas horas de análise. O projeto agora apresentado foi proposto pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres e consiste na recolha de imagens de satélite e no uso destas fotografias para estimar o número de pessoas em determinada área no Chade.

Os primeiros resultados foram apresentados numa conferência dos Médicos Sem Fronteiras. Os números recolhidos pelos dois métodos coincidiram e o método da recolha por satélite conseguiu o resultado final em metade do tempo. Desta forma, a organização, que pretende vacinar a população contra a meningite, vai conseguir encomendar a dose certa de vacinas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Lumia 640XL em análise

Testamos o mais recente smartphone da Microsoft a chegar ao mercado. Um terminal grande, retangular e de linhas simples, com um ecrã HD e com Windows Phone.

LG G Flex 2 em análise,

Já testámos a segunda geração daquele que é o primeiro smartphone curvo do mercado. O topo de gama da LG pode ser segurado de forma mais fácil.

Repórter EI: Smart Companion

Mostramos a app Smart Companion, que o Instituto Fraunhoffer usou para acompanhar o dia a dia de cem idosos. A aplicação foi criada no âmbito do programa AAl4All, onde empresas e laboratórios desenvolvem tecnologias que podem ajudar os mais velhos.

Um robô a suturar a pele de uma uva

Um vídeo que mostra a precisão incrível de um robô cirurgião.

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

Exame Informática 240, maio

Há 20 anos, Nokia e Ericsson dominavam nos telemóveis; havia computadores Compaq, Digital e CityDesk; a navegação na Net fazia-se a 56 Kbps e com Netscape; pesquisar era com Altavista, e o Windows 95 era o máximo. Mas nem tudo mudou em 20 anos: nos últimos 240 meses, a Exame Informática nunca parou de dar a conhecer as novidades das tecnologias. 

EI Tv

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

Exame Informática TV n.º 441

Em destaque neste programa: colocamos à prova as curvas do LG G Flex 2 e mostramos uma app que ajuda os idosos a encontrar o caminho de volta a casa. 

Exame Informática n.º 440

Em destaque neste programa: a entrega dos prémios Exame Informática e visitamos uma fábrica da Zeiss na Alemanha.