Contar pessoas através de imagens de satélite

25/05/2012 11:06

Investigadores querem contar pessoas em áreas afetadas por guerras ou desastres naturais com recurso a imagens de satélite. O projeto piloto já está a dar frutos.

A Terra vista à lupa

A Terra vista à lupa

A organização Médicos Sem Fronteiras é uma das parceiras neste projeto. «Os números da população são tudo. Precisamos de calcular o tamanho, a escala e o modo de intervenção e não o conseguimos fazer se não soubermos quantas pessoas estão», explica Ruby Siddiqui, dos Médicos Sem Fronteiras.

Neste momento, as contas são feitas por estimativa e por amostragem de um determinado local. Por exemplo, organizações humanitárias visitam um bairro e recolhem dados sobre a densidade populacional e depois extrapolam para toda a cidade, noticia a New Scientist.

Este método, além de acarretar riscos para quem está no terreno, pode também ser impreciso e exige demasiadas horas de análise. O projeto agora apresentado foi proposto pela Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres e consiste na recolha de imagens de satélite e no uso destas fotografias para estimar o número de pessoas em determinada área no Chade.

Os primeiros resultados foram apresentados numa conferência dos Médicos Sem Fronteiras. Os números recolhidos pelos dois métodos coincidiram e o método da recolha por satélite conseguiu o resultado final em metade do tempo. Desta forma, a organização, que pretende vacinar a população contra a meningite, vai conseguir encomendar a dose certa de vacinas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática 248, Fevereiro

Passa muito tempo nas redes sociais? Então está na altura de começar a ganhar dinheiro no YouTube e no Facebook! Temos um guia sobre impressão 3D e testes ao portátil HP Star Wars, aos telemóveis Nexus 6P e Huawei Mate 8 e a hoverboards. Também conversámos com o guru da tecnologia da Nissan e sentámo-nos numa cadeira que corrige automaticamente a postura.

EI Tv