exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Paciente com crânio impresso em 3D

75 por cento do crânio de um norte-americano foi substituído por uma versão impressa numa impressora 3D.

  • 333

As aplicações das impressoras 3D continuam a surpreender, especialmente no campo médico. Segundo a Discover Magazine, um paciente norte-americano viu o seu crânio ser substituído em 75% por um implante impresso em 3D.

O implante foi aprovado pela FDA e a cirurgia realizada no passado dia 4 de março. Foi usado um termoplástico chamado polyetherketoneketone(PEKK) que é moldável a uma determinada temperatura e regressa a um estado sólido quando arrefece.

A impressão 3D imita o crânio real tão bem que existem, inclusivamente, microdepressões que encorajam o crescimento de novas células. Relativamente aos implantes de titânio este tem a vantagem de ser mais leve e durável.

O implante foi feito pela Oxford Performance Materials, uma empresa do Connecticut, EUA. No futuro, a empresa espera conseguir expandir a produção de implantes a todos os tipos de ossos.