Três portugueses na lista de potenciais colonos de Marte

Hugo Séneca
05/05/2014 14:42

O consórcio Mars One acaba de revelar os nomes dos candidatos apurados durante os testes de seleção dos primeiros exploradores do planeta vermelho. Há três portugueses na lista.

O Mars One acaba de revelar os 705 candidatos que passaram a próxima ronda de seleção de colonos que deverão rumar a Marte em 2023. Entre os apurados durante esta ronda, encontram-se três portugueses: Gracinda, de Santa Maria da Feira; André, de Lisboa; e João, de Lisboa (o Mars One apenas revela nomes e omite apelidos).

Na lista, é ainda possível encontrar uma brasileira de nome Norma, que concorre a partir de Portugal; e ainda uma ugandesa, de nome Deborah, que também apresentou candidatura a partir de Portugal.

Mais de 200 mil pessoas candidataram-se aos lugares disponíveis nas missões que a Mars One pretende lançar rumo a Marte, com o objetivo de criar a primeira colónia humana no Planeta Vermelho. O projeto, que prevê angariar financiamento através de parcerias com a indústria aeroespacial e a realização de reality shows, tem por objetivo o envio de 24 a 40 pessoas para o planeta vizinho.

No final de 2013, o Mars One revelou que apenas 1058 dos mais de 200 mil candidatos foram apurados durante a primeira fase de seleção. Hoje, soube-se que dos 1058 escolhidos na anterior ronda, apenas 705 aceitaram fornecer os relatórios clínicos e tornar públicos os respetivos perfis no Mars One – e por isso foram apurados para a fase de entrevistas pessoais com os responsáveis pelo projeto de exploração de Marte. 

«Estamos incrivelmente entusiasmados com o início da segunda ronda (de seleção), que nos vai permitir compreender melhor estes candidatos que decidiram fazer uma viagem tão arriscada. Agora, eles vão ter de dar a conhecer os seus conhecimentos, a inteligência, a capacidade de adaptação e a personalidade», refere Norbert Kraft, responsável clínico pelas missões Mars One, em comunicado.

Depois da ronda de entrevistas, voltará a ser feita nova seleção, com o objetivo de criar equipas internacionais compostas por dois homens e duas mulheres (o Mars One não revela o número de apurados da próxima ronda). Uma vez constituídas, estas equipas deverão dar início a um programa de treinos e testes. 

«Os treinos das missões a Marte serão o emprego a tempo inteiro destas pessoas. Todas as equipas e indivíduos poderão ser eliminados durante os treinos, se revelarem que não têm perfis adequados para as missões. O Mars One deverá repetir o processo de seleção regularmente para treinar mais equipas e substituir as equipas e tripulações de colonos que abandonaram a Terra para viver em Marte», refere o comunicado do Mars One.

A Exame Informática 221, que saiu para as bancas a 1 de novembro, revela as aspirações de alguns dos candidatos portugueses e várias questões humanas, técnicas e financeiras que envolvem o arrojado projeto iniciado por um milionário holandês. Entre os vários especialistas entrevistados nessa altura, há uma opinião que é comum: Mesmo que consigam fazer esta viagem, nenhum destes colonos conseguirá sobreviver e regressar à Terra.

Apesar das várias previsões pessimistas (muitas delas questionam mesmo a viabilidade do projeto do ponto de vista técnico e financeiro), o consórcio Mars One iniciou, recentemente, a construção dos primeiros simuladores das futuras colónias em Marte.

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Testamos uma pequena impressora que pode levar para qualquer lado e que pode ser usada para imprimir fotos a partir do telemóvel iOS ou Android. 

Testamos uns óculos de sol que incluem uma câmara e um microfone, o que lhes permite gravar vídeo e som em alta definição.

Testamos um monitor com resolução 4K, indicado para quem quer editar vídeos em ultra alta definição.

Testamos dois gadgets que ajudam a localizar objetos do quotidiano como chaves ou carteiras. Use o smartphone para evitar que se esqueça destes objetos em qualquer lado.

Testamos uma unidade SSD que usa as redes sem fios para receber e enviar dados.

A Não perder

 Não é preciso gastar 500 euros para ter um bom smartphone! É o que provamos nesta edição, onde analisamos e comparamos 27 smartphones dos 60 aos 250 euros

EI Tv

Em destaque neste programa:revelamos o serviço MB Way, que transforma o telemóvel em carteira e fomos até à AudioShow e à Lisboa Games Week.

Em destaque neste programa: testamos a EcoTank L555, a primeira impressora da Epson que usa tinteiros recarregados em casa e analisamos o convertível HP, com ecrã que roda completamente. 

Em destaque neste programa: conduzimos um superdesportivo amigo do ambiente e testamos um monitor para quer editar vídeo em ultra alta definição.

 

A KipstR é uma pulseira feita numa impressora 3D e que deteta quando o utilizador adormece em frente à TV para começar a gravar o programa que estava a ser visto.

X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .