exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Temperatura das cidades pode diminuir 1 ºC com carros elétricos

Menos calor e menos emissões de carbono. Investigadores da Universidade Estadual do Michigan revelam que o uso generalizado de carros elétricos seria suficiente para dimunir a temperatura média de Pequim em 1 ºC.

  • 333

Um estudo da Universidade Estadual do Michigan, EUA, revela que o uso de carros elétricos pode ter um efeito positivo no combate ao aquecimento global. Os investigadores norte-americanos tomaram por ponto de partida a substituição de carros convencionais por carros elétricos em Pequim, China, e chegaram à conclusão de que é possível alcançar com este “upgrade” uma redução na temperatura média do espaço urbano e, não menos importante, diminuir o volume das emissões de dióxido de carbono para a atmosfera.

O fabrico de carros elétricos pode ser mais poluente que o fabrico de carros movidos a combustíveis fósseis, mas nas estradas a situação inverte-se: os carros elétricos não emitem gases poluentes e produzem menos 20% calor que os carros convencionais. 

As estimativas da universidade de Michigan revelam que o uso generalizado de carros elétricos teria como resultado uma diminuição de 1ºC na temperatura de Pequim, noticia a NewScientist. A esta redução, juntar-se-ia outro benefício nada desprezável: ainda que marginal, a diminuição da temperatura média levaria os habitantes da capital chinesa a usarem menos o ar condicionado dentro de casa ou nas empresas. O que teria como efeito uma redução total de 10.689 toneladas nas emissões de carbono.

Na Universidade de Montreal, Canadá, há também quem lembre que a diminuição da temperatura média de uma cidade não se pode resumir apenas aos efeitos produzidos pelo uso de automóveis: «É preciso ter em conta a relação estabelecida pela humidade, os efeitos produzidos pelo vento e as interações gerada pelos edifícios e a atmosfera», sublinha Ali Gholizadeh Touchaei, da universidade canadiana.