exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Skyorbiter: empresa portuguesa descola com drone gigante a 30 de abril

No dia 30 de abril, a Quarkson entra para a história da aviação com a primeira demonstração pública de um voo de satélite de baixa altitude. 

  • 333

Preparado para ver um satélite atmosférico de baixa altitude a voar? No dia 30 de abril, a Quarkson alcança um marco na conquista dos céus com a primeira demonstração pública no aeródromo civil de Castelo Branco. Para a empresa sedeada no Barreiro, será uma data histórica: depois das reportagens que davam conta de um impasse no que toca a autorizações para voos de teste, a Quarkson encontrou finalmente forma de mostrar perante os olhos dos especialistas e da imprensa o potencial dos “drones gigantes” que foram construídos para criar redes de comunicações que poderão levar Internet aos pontos mais recônditos do Globo.

«A Quarkson acredita que, ao utilizar LTE ou Wi-Fi no espetro não licenciado ou conexões Wi-Fi, LTE, 3G, ou 2G através do espetro licenciado, juntamente com a suas constelação de drones, cujas patentes estão atualmente pendentes, será possível levar o acesso on-line ainda a mais pessoas em todo o mundo», explica um comunicado da empresa da Margem Sul, cujo projeto foi dado a conhecer em reportagens da Exame Informática e do Expresso.

O Skyorbiter é um veículo aéreo não tripulado e está apto a voar até aos 22 mil metros de altitude. Dispõe de uma autonomia energética para voos de duas semanas sem interrupções.


"Em áreas subdesenvolvidas do mundo, aeronaves e tecnologia como estas podem não conseguir salvar pessoas que estão a morrer de malária ou à fome, no entanto  a longo prazo, a conectividade à Internet fornecida pelas mesmas ajudará essa população, em especial as novas gerações, a alargar os seus horizontes e mentalidades a níveis semelhantes aos verificados em países desenvolvidos”, explica Miguel Ângelo, líder da Quarkson, no comunicado da empresa.

Depois da apresentação pública em Castelo Branco, o Skyorbiter e a equipa da Quarkson seguirão para Las Vegas, para uma apresentação junto de investidores. Os líderes da empresa portuguesa pretendem tirar partido do entusiasmo que o projeto já começou a gerar do outro lado do Atlântico, após uma  menção na famosa conferência Collision Conf que aponta a Quarkson como um dos projetos mais promissores da atualidade.

Mais do que um drone, a empresa portuguesa está apostada em confirmar, durante a estada na Terra do Tio Sam, um projeto de longo prazo. Eis a descrição pelas palavras da própria empresa: «a Quarkson apresentará a sua visão sobre a indústria de drones para os próximos 10 anos, o que inclui algo que pode ser considerado como um porta-aviões aéreo que parece tirada do filme da Marvel Os Vingadores, uma solução para estacionar diversas cargas em orbita atmosférica no Ártico durante o inverno e diferentes modelos de negócio, tais como um modelo de negócio disruptivo tanto para o atual setor das telecomunicações como para os atuais  projetos de acesso universal à Internet promovidos pelas empresas Google, Facebook, OneWeb e SpaceX».

No primeiro vídeo que se encontra incorporado nesta página pode ver a reportagem da Exame Informática TV que deu a conhecer o Skyorbiter em primeira mão. No segundo vídeo, que foi produzido pela Quarkson, pode ver  alguns dos primeiros testes que já começaram a ser feitos com o Skyorbiter.