exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Laboratório do CERN captura fenómeno raro de partículas pela primeira vez

No Large Hadron Collider conseguiu ver-se pela primeira vez vestígios raros deixados por partículas subatómicas. Esta observação vai ajudar na investigação sobre matéria negra e outros fenómenos. Estes dados tinham sido recolhidos em 2011 e 2012, mas só agora os investigadores concluiram as observações e publicaram o estudo na Nature

  • 333

O fenómeno observado acontece quando partículas elementares espontaneamente se transformam noutras partículas elementares. No LHC, experimentou-se a colisão de protões para criar um bilião de partículas conhecidas como mesões neutrais B e alguns destes acabaram por originar muões com carga oposta.

Esta descoberta vai poder ajudar os investigadores a completarem ou reverem as previsões do Standard Model, que ainda não contempla a gravidade e não explica a matéria negra. «Pode ajudar as pessoas a criar outras teorias que não o Standard Model e ajudá-las a perceber que partes estão corretas e quais é que não estão», explica Marc-Olivier Bettler, investigador do CERN, citado pelo The Verge.

As descobertas publicadas basearam-se em duas experiências anteriores, conduzidas pelas equipas LHCb e pela CMS, de Compact Muon Solenoid.