exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

NASA vai procurar vida extraterrestre em lua de Júpiter

A agência espacial norte-americana vai lançar a missão Europa Clipper, durante a qual uma sonda irá entrar e sair da atmosfera de Europa 45 vezes, em dois anos e meio. 

  • 333

A NASA quer explorar o oceano que está debaixo de uma camada de gelo em Europa. Em meados da década de 2020, a agência quer pôr em curso a missão Europa Clipper. Ao invés de outras missões, onde a NASA paira em órbita dos corpos a estudar ou chega mesmo a aterrar para medições no solo, durante a Clipper, a sonda irá entrar e sair da atmosfera de Europa 45 vezes, pairando para recolher vários tipos de leituras. O objetivo é perceber se as condições atmosféricas ali são propícias à existência de vida alienígena, explica a Popular Science.

A sonda vai estar equipada com nove instrumentos que procurarão responder a perguntas como quão profundo e salgado é o oceano, quão espessa é a camada de gelo e outras semelhantes. Os instrumentos foram escolhidos de um conjunto de 33 aparelhos, mas nenhum se destina a detetar vida diretamente, uma vez que não existe consenso na comunidade sobre que tipo de aparelho podia entregar estas medições.

Entre os objetos escolhidos, temos nomes como ICEMAG, de Interior Characterization of Europa using Magnetometry, PIMS, de Plasma Instument for Magnetic Sounding, MISE, de Mapping Imaging Spectrometer for Europa, REASON, de Radar for Europa Assessment and Sounding: Ocean to Near-surface, EIS, de Europa Imaging System, MASPEX, de Mass Spectrometer for Planetary Exploration/Europa, E-THEMIS, de Europa Thermal Emission Imaging System, UVS, de Ultraviolet Spectrograph/Europa e SUDA, de Surface Dust Mass Analyzer.

A lua de Júpiter é considerada por muitos cientistas como o local mais provável onde iremos encontrar vida extraterrestre e as medições desta missão poderão ajudar a confirmar ou desmentir esta crença da comunidade.

 

  • 333