exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

NASA quer acelerar viagens para Marte

A agência espacial dos EUA está a investigar técnicas avançadas de propulsão que permitam chegar a Marte em metade do tempo. 

  • 333

Toshiaki Arai

Charles Bolden, o administrador da NASA, revelou que o tempo de uma viagem para Marte, atualmente estimado em oito meses, pode ser cortado para metade com as novas tecnologias de propulsão.

Este avanço tecnológico pode tornar mais viáveis as missões tripuladas ao planeta vermelho, uma vez que reduzem a necessidade de combustível, alimentação, água e também de espaço. Ao reduzir o espaço necessário, também se conseguem ganhos ao nível do combustível que será preciso para completar uma viagem.

O desafio da NASA é encontrar uma alternativa ao combustível líquido usado atualmente, explica o ArsTechnica. Já em 2010, a agência divulgou um relatório onde confirmava estar a investigar 41 possíveis alternativas. Uma das melhores soluções encontradas até agora é a propulsão elétrica solar, ou SEP, como os propulsores de iões. A grande vantagem deste método é que é alimentado a energia solar, durando mais tempo do que os combustíveis líquios. No entanto, não será nos próximos tempos que veremos um motor a funcionar com tecnologia SEP.

A solução pode passar também pela utilização de rockets termo-nucleares, onde se usa um reator nuclear para aquecer gás que é usado para impulsionar o vaivem.

Charles Bolden referiu ainda que quer que os parceiros da NASA se foquem em criar soluções que permitam transportar pessoas de uma forma rápida e não apenas carga.

  • 333