exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Será o Wi-Fi prejudicial para as grávidas?

Uma empresa chinesa está a comercializar um router que promete operar com menos radiação prejudicial para as grávidas. A Xiaomi, empresa rival, diz que se trata de assustar as pessoas. 

  • 333

O router da Qihoo 360 tem três níveis de emissão de radiações: para lá da parede, equilibrado e “para grávidas”. Este terceiro nível reduz a emissão de Wi-Fi em 70%, diz a empresa que o está a vender. Por outro lado, a Xiaomi diz que «o modo grávida é só uma tática de marketing. A utilização de Wi-Fi é segura, por isso, podem continuar a usá-lo», diz a Xiaomi em comunicado, citado pela BBC.

A Qihoo diz que o novo produto é destinado para aqueles utilizadores que temem as radiações.

Cientificamente, as ondas usadas nas telecomunicações não serão prejudiciais à saúde, mas há controvérsia a envolver os efeitos dos sinais eletromagnéticos nos humanos.

A Organização Mundial de Saúde diz que não existem provas de que existam riscos, atualmente. 

  • 333