exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Autoridades aprovam medicamento feito em impressora 3D

A FDA (Food and Drug Administration) aprovou a utilização de um medicamento para combater a epilepsia. A novidade é que o Spritam é feito numa impressora 3D.

  • 333

A FDA testou e aprovou a utilização de um medicamento feito pela Aprecia numa impressora 3D. O Spritam, nome do medicamento, é constituído por uma substância porosa criada numa impressora 3D que ajuda a entregar mais componentes químicos, até 1 mg, e mantem-se fácil de engolir com um golo de um líquido. A pequena dose de água ou outro líquido até ajuda a dispersar a droga no organismo, noticia o Engadget.

Apesar de já estar aprovado, o Spritam apenas deverá chegar ao mercado em 2016 e só poderá ser adquirido mediante receita médica. Este pode ser o ponto de partida para termos cada vez mais comprimidos produzidos desta forma inovadora e que ajudem grupos como idosos ou crianças a tomarem medicamentos que sejam facilmente absorvidos.

Veja o vídeo sobre o medicamento da Aprecia.

  • 333