exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Investigadores associam consumo de café a menor risco de mortalidade

Beber entre três a cinco chávenas de café por dia pode reduzir o risco de morte prematura entre 5 a 9%. Isto no caso dos fumadores, porque o número sobe para 15% no caso de a pessoa não fumar.

  • 333

Paulo Matos

Uma equipa de investigadores da Escola de Saúde Pública de Harvard, liderada por Frank Hu, realizou um estudo junto de 200 mil pessoas e associou o consumo de café (tanto normal como descafeinado) a um menor risco global de mortalidade.

Ou seja, quem beber entre três a cinco chávenas de café por dia reduz entre 5 a 9% o risco de morte prematura quando comparado com pessoas que não bebem café. Contudo, este valor refere-se a fumadores, porque o estudo apurou que o número sobe para 15% se a pessoa for não fumadora, adianta o Ars Technica.

Refira-se que alguns estudos anteriores já tinham indiciado que o café pode reduzir o risco de, por exemplo, diabetes e doenças cardiovasculares e do fígado. A investigação de Frank Hu acrescenta que o consumo da bebida também pode implicar menores riscos de doenças neurológicas e de suicídio.

Pode saber mais detalhes neste link.

  • 333