exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Cientistas criam chip para o cérebro que se dissolve após poucos dias

Este sensor é implantado no cérebro e tem a capacidade de transmitir dados vitais, evitando uma potencial rejeição por parte do corpo humano ao conseguir dissolver-se passado pouco tempo.

  • 333

A universidade de Washington desenvolveu um pequeno sensor wireless para o cérebro que se dissolve. Mais pequeno que a ponta de um lápis, o chip é composto por silicone e PLGA (ácido láctico-co-glicólico) e tem a capacidade de transmitir dados vitais – como, por exemplo, pressão intracraniana ou temperatura –, dissolvendo-se após alguns dias de exposição ao organismo.

De acordo com o Engadget, a próxima fase da investigação envolverá testes em humanos. Um dos objetivos deste chip é ajudar a analisar dados para determinar se é necessário recorrer a uma cirurgia para lidar com os problemas provocados por uma determinada lesão na cabeça.

Esta tecnologia poderá ainda vir a ser aplicada a outras zonas do corpo humano no futuro.

  • 333