exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Investigadores criam “camaleão” robótico

  • 333

A característica mais marcante do camaleão, a capacidade de mudar de cor conforme o cenário onde se encontre, tem sido bastante investigada. Agora, cientistas chineses conseguiram replicar esta capacidade num robô.

Os investigadores da Wuhan University prometem que o robô consegue assumir quase todas as cores do espectro visível, noticia a Popular Science. A equipa de Guoping Wang recorreu a impressoras 3D para criar as escamas, com elementos de ouro e prata. Cada escama tem uma camada fina de vidro no topo e um elemento químico condutor e transparente que ajuda a gerar campos elétricos. O revestimento de vidro tem vários buracos microscópicos preenchidos com partículas de ouro e um gel em prata. Depois, mercê de um processo elétrico que adiciona ou remove o gel de cada um dos buracos, dependendo da polaridade da eletricidade e alterando o tamanho e forma das partículas e do gel, as escamas assumem diferentes cores. Para terminar o protótipo, os investigadores equiparam o camaleão com sensores de cor que permitem ao aparelho identificar as cores nas redondezas e alterar a sua própria tonalidade.

O resultado pode ser visto no vídeo nesta página e as aplicações potenciais passam por construir equipamentos de camuflagem para os militares, por exemplo.