exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Britânicos estudam cimento para guardar resíduos nucleares em segurança

As autoridades britânicas querem transitar gradualmente para a energia produzida por fissão nuclear, mas antes de avançarem querem uma solução para guardar os resídos em segurança durante longos períodos de tempo.

  • 333

Petr Kratochvil

Investigadores do Diamond Light Source têm como objetivo criar um cimento capaz de absorver o impacto de radiações nucleares durante 100 mil anos. A equipa está a estudar um cimento que é 50% melhor em reduzir o impacto das radiações e que poderá ser usado para criar um contentor para armazenar os 300 mil metros cúbicos de resíduos nucleares que se estima que o Reino Unido irá produzir até 2030, noticia o IB Times.

Só depois de saber se este material será seguro é que as autoridades vão começar a investigar qual o local mais indicado para construir a instalação para o armazenamento do lixo nuclear, mas já se sabe que o objetivo passa por enterrar o contentor no solo.

Neste momento, os investigadores do Diamond Light Source estão a trabalhar numa experiência de longo prazo com um cimento que contém os minerais que se sabe absorverem os elementos radioativos. Esta experiência vai decorrer durante dois anos e inclui uma instalação experimental para se armazenar o lixo e testar o efeito da água sobre o cimento.