exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Exército dos EUA patenteia a bala que se autodestrói

Os militares dos EUA querem reduzir o número de civis ou inocentes alvejados pelas balas de calibre .50 e registaram a patente para um projétil que se autodestrói quando atinge o alvo.

  • 333
EUA: Exército

EUA: Exército

O documento refere uma bala com alcance limitado e que se destrói por si mesmo pouco depois de atingir o seu alvo. A ideia é evitar os danos colaterais, uma vez que este projétil, depois de disparado, demora bastante tempo até parar a sua trajetória.

O departamento de investigação, desenvolvimento e engenharia do Exército dos EUA registou a patente de uma bala com um material pirotécnico e um material reativo que a transforma num «objeto aerodinamicamente instável». O tempo que o material pirotécnico demora a queimar-se na totalidade dita a distância a que a bala vai viajar até cair no chão, noticia o Engadget.

O conceito pode ajudar a reduzir o número de baixas entre os civis e pode ser aplicado a balas de outros calibres. A maior dificuldade dos investigadores Brian Kim, Mark Minisi e Stephen McFarlane é conseguir agora o investimento necessário para desenvolver o projeto.