exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Investigadores querem que robôs aprendam a sentir dor

  • 333

Cientistas da Universidade de Leibniz, Alemanha, querem que os robôs tenham um sistema de proteção relacionado com a dor e que aprendam a evitá-la, mantendo-se seguros.

Biologicamente, os seres humanos estão “programados” para evitar qualquer fonte de dor. Agora, investigadores da Alemanha querem que o mesmo princípio seja aplicado aos robôs. Durante a conferência IEEE, sobre robótica e automação, Johannes Kuehn e Sami Haddaddin apresentaram o seu trabalho e defenderam que «A dor é um sistema que nos protege. Quando evitamos a fonte de dor, ajuda-nos a não nos ferirmos», cita a Cnet.

Em termos práticos, os investigadores desenvolveram um sistema com um sensor BioTac e um braço robótico Kuka, baseado nas respostas humanas à dor. O sistema nervoso artificial também replica o humano, sentindo vários níveis de dor. Quando sente a dor, o braço robótico retrai-se até deixar de a sentir e depois volta à posição original. Se a dor for forte, a retração do braço é mais rápida.

Veja o vídeo que demonstra o conceito.

  • 333