exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

A inspiração da Inteligência Artificial: olhar para imagens e criar música original

Paulo Matos

  • 333

A Baidu mostrou como a Inteligência Artificial é capaz de desconstruir imagens para perceber qual é o seu sentido global e criar música original que se adeque ao que está a ver.

Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

A área da Inteligência Artificial (IA) tem vindo a registar grandes desenvolvimentos nos últimos tempos (veja-se o exemplo da vitória da máquina da Google sobre o campeão mundial de Go) e não para de surpreender. O exemplo mais recente chega da China, onde a Baidu, a empresa responsável pelo motor de pesquisa com o mesmo nome, deu a conhecer uma nova IA que analisa fotos e pinturas para criar arranjos musicais originais baseados nos conteúdos que vê.

A IA da Baidu desconstrói os elementos da imagem para depois analisá-los individualmente (pessoas, cores e estruturas, por exemplo), revela a Cnet. Isto permite-lhe descortinar o sentido da imagem – ou seja, se é contemplativa, agressiva, inspiradora, etc. – para depois aceder a uma base de dados de partituras que estão categorizadas por “emoções”. Por fim, a IA cola diferentes trechos que tem na base de dados de forma a fazer combinar a música com a emoção que detetou na imagem.

O resultado final pode ser apreciado no Centro de Arte Contemporânea Ullens, em Pequim. Não tendo oportunidade de deslocar-se lá, pode ver o vídeo abaixo para ter uma noção do potencial da ideia.

  • 333