exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Virgin Atlantic converte gases industriais em combustível para aviação

A empresa de Richard Branson aliou-se à LanzaTech e anunciou um feito que pode cortar as emissões de carbono da indústria aérea em 65%.

  • 333

A LanzaTech e a Virgin Atlantic estão a colaborar desde 2011 para encontrar uma fonte alternativa para combustível para a aviação, nomeadamente para os aviões de Branson. As empresas anunciaram que converteram com sucesso gases industriais recolhidos junto a fábricas de aço em mais de 5600 litros de combustível para avião. Estes gases foram convertidos em etanol com pouco carbono, chamado Lanzanol, através de um processo de fermentação, explica o Engadget. O Lanzanol pode ser usado em aviões e permite uma redução das emissões poluentes de 65%.

Esta tecnologia pode ser aplicada em 65% das fábricas de aço em todo o mundo, recolhendo gases poluentes e produzindo combustível mais amigo do ambiente suficiente para 20% das necessidades da indústria de aviação.

As duas empresas ainda vão fazer mais testes para conseguir aplicar este conceito em aviões comerciais, mas Branson acredita que terá um avião movido a Lanzanol já em 2017.

  • 333