exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Grafeno, o supermaterial que pode tratar lesões da espinal medula

Os investigadores não param de descobrir novas aplicações para o grafeno: agora, uma equipa desenvolveu um tratamento para lesões na espinal medula que usa este material.

  • 333

Um rato com lesões graves na espinal medula foi sujeito a um tratamento com Texas-PEG, um material que usa grafeno, e recuperou a capacidade de locomoção quase a 100% em duas semanas. Um dia depois do tratamento, já se verificaram algumas melhoria. Ainda não há qualquer perspectiva de este tratamento ser adaptado para seres humanos, mas o Texas-PEG «parece ter demasiado potencial para ser minimizado», dizem os investigadores da Universidade de Rice, citados pelo Engadget.

A equipa usou investigações anteriores onde se mostrava como o grafeno pode ser usado para estimular o crescimento de neurónios. Os cientistas da Universidade de Rice combinaram assim pedaços de grafeno à nano-escala com outro material, o PEG, e desenvolveram o Texas-PEG. Este material provou ser um eficiente “andaime” que pode ser usado para ligar as duas pontas de uma espinal medula danificada, restaurando a capacidade de locomoção.

  • 333