exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Parasita que invade cérebros prolifera por causa da Humanidade

Especialistas alertam que o verme pulmonar de ratos está a espalhar-se nos EUA devido às alterações climáticas e à globalização. No Hawai, já há recomendações para se evitar o contacto direto com caracóis.

  • 333

Exame Informática

Nos últimos 20 anos, há registo de dois casos apenas de infeção por verme pulmonar de ratos no Hawai. No entanto, nos últimos três meses, foram detetados seis novos casos. As autoridades sanitárias alertam que a doença, descoberta em 1944 em Taiwan, chegou aos EUA através de ratos trazidos em navios de carga. Agora, com as alterações climáticas e com a globalização, é possível estarmos perante uma nova subida no número de casos.

O parasita surge nos pulmões, sangue e cérebro de ratos, é expelido nas fezes dos roedores e infeta criaturas como caracóis, lesmas e camarões. Os humanos que comem estes bichos ou que contactem de outra forma também são infetados e, no nosso corpo, o parasita invade o cérebro, causando meningite, tremores, dores e inflamações, noticia o Gizmodo.

Um professor do Hawai refere ter de tomar seis tipos de medicamentos, especialmente para as dores e, em alguns casos, um movimento de cabeça causava-lhe dores de nível 12. Não há ainda qualquer tratamento conhecido para esta praga e a doença é difícil de diagnosticar.

Há regiões do globo, como o estado do Oklahoma, onde se acreditava que a doença não poderia aparecer, mas que têm casos registados recentemente. «A mudança nas condições ecológicas ou sociais», ou seja, a globalização e as alterações no clima, são apontadas como duas das principais causas para o aumento de casos conhecidos.

  • 333