exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Ovelhas bebé desenvolvidas em útero artificial

Investigadores do Children’s Hospital de Filadélfia colocaram oito fetos de ovelha dentro de um útero artificial e constataram que estes se desenvolveram normalmente.

  • 333

Exame Informática

O útero artificial parece um saco de plástico com um fecho e com tubos com sangue e outros fluidos. Os fetos desenvolveram-se durante quatro semanas como se estivessem dentro do útero real, com um bom crescimento dos pulmões e do cérebro, com lãs, aprenderam a engolir e abriram os olhos. Este estudo abre boas perspetivas para ajudar bebés prematuros a desenvolverem-se também fora do organismo das mães.

Alan Flake, coordenador da investigação, diz que ainda estamos longe do cenário em que se retira o embrião do corpo das mães e se continua a desenvolvê-lo dentro deste Biobag. O objetivo para já é que os bebés prematuros que nascem cedo demais possam ter um ambiente mais semelhante a um útero verdadeiro e conseguir as melhores condições para se desenvolverem.

O Biobag contem um plástico claro que protege o feto do mundo exterior, uma solução líquida semelhante ao fluido amniótico encontrado no útero e um sistema de circulação para sangue e dióxido de carbono, explica o The Verge.

Os principais desafios na criação deste sistema passaram pela forma de bombear o sangue com a pressão correta, de forma a não danificar o coração do bebé, e evitar o risco de infeções.

Durante a experiência, os oito fetos foram retirados quando tinham o equivalente a 22 a 24 semanas de gestação, ficaram quatro semanas no útero artificial e foram depois colocados em incubadoras.

  • 333
  • O ataque WannaCry, que sequestrou dados de milhares de computadores em todo o mundo, veio dar razão aos alertas dos especialistas em segurança que têm vindo a alertar constantemente para o crescimento e perigos deste tipo de ataque. Felizmente, como acontece com a esmagadora maioria do malware, há formas de evitar esta e outras "infeções"