exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Há células que geram eletricidade a partir de urina e matam bactérias

O potencial das MFC, de microbial fuel cells, é conhecido há algum tempo. Agora, os investigadores descobriram que é possível gerar energia e também matar bactérias e que as células podem ser usadas para criar um sistema auto-sustentável.

  • 333

Exame Informática

A equipa da University of the West of England explicou que é a primeira vez que se prova que as MFC são capazes de destruir patogénios. Esta descoberta permite dizer que há um sistema biológico para tratamento de desperdícios, geração de eletricidade e impedir que organismos perigosos possam ser espalhados pelos esgotos, diz o professor Ioannis Ieropoulos, coordenador do estudo, citado pelo Gizmodo.

As MFC têm micróbios no seu interior que permitem “desconstruir” a matéria orgânica na urina e convertê-la em eletricidade, usando menos energia do que é precisa para fazer o mesmo com água. Além de gerar eletricidade, este processo limpa também a urina, eliminando bactérias como a salmonela e tornando a eliminação mais amiga do ambiente.

Os investigadores explicaram que não foi possível remover todas as bactérias através deste processo, mas que continuam a trabalhar com esse objetivo.

Esta investigação é patrocinada pela fundação de Bill e Melinda Gates e pretende desenvolver um sistema que possa ser implementado em países em vias de desenvolvimento para geração de eletricidade e eliminar bactérias.

  • 333