exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Vagas de calor vão ser cada vez mais frequentes

Mesmo as previsões mais otimistas dos investigadores apontam para que as vagas de calor capazes de causar vítimas mortais aconteçam com maior frequência nos próximos anos.

  • 333

Exame Informática

Um estudo da Universidade do Hawai estima que, atualmente, em 30% do globo há 20 dias por ano com temperaturas elevadas o suficiente para pôr em risco a vida humana. Se as emissões de gases de estufa se mantiverem, este valor pode crescer para os 74% em 2100. Os cientistas recolheram dados de 1980 a 2014 e classificaram 900 eventos como vagas de calor mortíferas, das quais cerca de 800 afetaram 36 países.

Mesmo que a Humanidade consiga reduzir drasticamente os níveis de emissões de gases poluentes para a atmosfera, as condições climatéricas continuarão a degradar-se e mais de 48% da população mundial poderá estar sujeita a pelo menos 20 dias de calor fatal por ano, noticia o Engadget.

O trabalho dos investigadores passou por analisar a partir de que níveis de temperatura e humidade é que o clima pode causar vítimas mortais. Depois, aplicaram essa informação aos dados climatéricos atuais e às projeções dos próximos anos.

Veja a app que os cientistas prepararam e que mostra, de forma bastante clara, as previsões para os próximos anos.

  • 333