exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Já há um Tesla no espaço a mais de 26 mil km/h e podemos acompanhá-lo em direto

O lançamento de teste do Falcon Heavy da SpaceX foi um sucesso. O Tesla descapotável já está no Espaço e os três foguetões que constituem o Falcon Heavy aterraram no que pareceu ser uma coreografia perfeita.

  • 333

É mais um marco histórico da SpaceX de Elon Musk. Não só o mais poderosa nave da atualidade foi lançada com sucesso como, ainda mais impressionante, os foguetões que constituem o Falcon Heavy foram recuperados. Como previsto, os dois primeiros foguetões, que já tinham sido usados em outras missões, aterraram simultaneamente no que parece ter sido uma coreografia estudada para ser captada pelas câmaras. Pouco depois, o terceiro foguetão aterrou numa plataforma flutuante (ver Atualização abaixo): .

Quando ao módulo de transporte, está em viagem levando o Tesla Roadster, um carro que pertence ao próprio Elon Musk, num passeio espacial. A bordo vai um boneco equipado com fato espacial que foi batizado de Starman. O destino final é a órbita de Marte, planeta que é um dos grandes objetivos da SpaceX.

O sucesso deste lançamento é de grande importância para a viabilidade comercial da SpaceX porque esta passa a ser a nave com maior capacidade de transporte. E é importante também para as ambições de Elon Musk, que está na corrida para levar os primeiros humanos ao planeta vermelho.

Atualização: apesar de a informação inicial disponível no documento que a SpaceX distribui aos jornalistas indicar que o terceiro foguetão (center core) também tinha aterrado, Elon Musk já confirmou que isso não aconteceu. Segundo as informações disponíveis, o terceiro foguetão ficou sem combustível suficiente para diminuir a velocidade de descida e acabou por bater no mar a quase 500 km/h a cerca de 100 metros da plataforma flutuante onde deveria ter aterrado.

Fique com o vídeo do lançamento.

Streaming das câmaras montadas no Tesla: