exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Já se sabe onde começou o “apocalipse” anfíbio

Investigadores descobriram a origem do fungo responsável por dizimar mais de de 200 espécies anfíbias em todo o mundo.

  • 333

Exame Informática

«É o pior patogénio de sempre, pelo que percebemos, em termos de impacto na biodiversidade», diz Mat Fisher, um investigador especializado do Imperial College de Londres. Agora, um conjunto de 58 investigadores publicou um estudo onde afirma ter descoberto a origem do fungo responsável por levar à extinção ou quase extinção mais de 200 espécies de anfíbios em todo o mundo. Segundo este grupo, o fungo teve origem na península da Coreia, durante os anos 1950. Tudo indica que a atividade humana, nomeadamente as guerras, tenha sido responsável pela propagação deste fungo.

O Batrachochytrium dendrobatidis, ou Bd, é mortal porque ataca a pele porosa dos anfíbios, que a usam para beber água e respirar. Entre as consequências para os animais infetados estão letargia, perda de pele e eventualmente uma falência cardíaca que se revela fatal. Os investigadores acreditam que há algumas espécies resistentes, mas que o fungo pode infetar pelo menos 695 espécies, com diferentes intensidades, o que é bastante invulgar.

Entre 2004 a 2008, um local no Panamá perdeu 41% das suas espécies anfíbias para este fungo. Há outros relatos de grandes massacres, um pouco por todo o planeta.

Apesar das regras para comercialização internacional de espécies animais, parece claro que este tipo de trocas ajudou a espalhar o Bd em todo o mundo, com os investigadores a relatarem ter descoberto evidências em lojas e mercados na Bélgica, EUA, México e Reino Unido.

  • 333