exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Inteligência Artificial bate médicos humanos em concurso de reconhecimento de imagens

Investigadores da China desenvolveram um sistema de Inteligência Artificial que conseguiu bater uma equipa de 15 médicos humanos no reconhecimento de imagens com tumores cerebrais e a prever a expansão de hematomas.

  • 333

O sistema desenvolvido pelo Artificial Intelligence Research Centre for Neurological Disorders em Pequim conseguiu uma taxa de acerto de 87% de reconhecimento e diagnósticos corretos sobre 225 casos, em 15 minutos. Uma equipa de 15 médicos experientes obteve uma taxa de acerto de apenas 66%, avança o Xinhua, ficando o resultado em 2-0, ao fim de duas rondas. O mesmo resultado foi alcançado pelo sistema na previsão da expansão de hematomas no cérebro, conseguindo 83% de acerto face aos 63% conseguidos pelos humanos.

A preparação do sistema de IA implicou a sujeição a dezenas de milhares de imagens de sistemas nervosos e doenças relacionadas que o Tiantan Hospital tinha guardado nos últimos dez anos.

Wang Yongjun, vice-presidente executivo do hospital onde o sistema foi desenvolvido, explica que espera que «com esta competição, os médicos possam comprovar o poder da IA. Especialmente aqueles que são mais céticos. Espero que possam entender melhor a IA e eliminar os seus receios», cita o Xianhua.

Alguns dos participantes no desafio reconhecem as vantagens destas soluções tecnológicas e os benefícios em ter os sistemas de IA como um método de diagnóstico preliminar e como orientação.

Um representante da World Health Organization na China disse que o país asiático, devido ao tamanho da população e ao elevado volume de dados médicos digitais acessíveis, é uma boa escolha para o desenvolvimento da IA no ramo da medicina.

  • 333