exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Falha no lançador Soyuz obriga astronautas a ejetarem-se

Ainda não foram avançados detalhes sobre a falha, mas a Nasa já publicou no Twitter uma mensagem que dá conta de uma falha que terá dificultado a separação do propulsor e do módulo tripulado do Soyuz

  • 333

Dois astronautas tiveram de ejetar-se numa cápsula de reentrada na atmosfera terrestre depois de detetada uma falha nos motores do lançador Soyuz em que seguiam. De acordo com a The Space News, os dois astronautas que viajavam em direção à Estação Espacial Internacional aterraram de emergência no Cazaquistão, a 20 quilómetros da localidade de Dzhezkazgan.

Ainda não foram avançados detalhes sobre a falha, mas a Nasa já publicou no Twitter uma mensagem que dá conta de uma falha que terá dificultado a separação do propulsor e do módulo tripulado do Soyuz, que deveria levar os astronautas até à ISS depois de executar quatro órbitas em torno da Terra.

Segundo a imprensa internacional, o astronauta russo Aleksey Ovchinin e o astronauta americano Nick Hague ejetaram-se do lançador Soyuz às 9h47 de Lisboa – apenas alguns minutos depois do lançamento do cosmódromo de Baikonur, também no Cazaquistão. Os dois astronautas já terão sido encaminhados para Baikonur para serem observados. Aparentemente, os dois astronautas estão bem de saúde. A Roscosmos, agência espacial russa, fez saber que pretende lançar uma investigação à falha que está na origem deste incidente.

A falha registada hoje surge dois meses depois de ter sido detetado um buraco de dois milímetros num módulo orbital de um lançador Soyuz que, também se encontrava a transportar, astronautas para a ISS. Nesse caso detetado em agosto, a falha que estava na origem de uma fuga de ar, que acabou por ser sanada pelos próprios astronautas.

  • 333