exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

SpaceX: 500 milhões para começar a construir rede de 12 mil satélites para banda larga

Dilpesh Laxmidas

A empresa de Elon Musk já tinha apresentado o projeto Starlink, onde pretende lançar 11943 satélites para construir uma rede de banda larga. O projeto vai receber agora o primeiro investimento de 500 milhões de dólares.

  • 333

Exame Informática

O primeiro investidor deste projeto é a Baillie Gifford & Co que vai pagar 186 dólares por cada ação, valorizando a SpaceX em 30,5 mil milhões de dólares. O acordo deve ser anunciado ainda este mês e servirá de ponto de partida para o projeto Starlink, ao abrigo do qual a SpaceX pretende colocar satélites no espaço para criar uma rede de banda larga. As autoridades dos EUA autorizaram, no mês passado, a SpaceX a lançar 11943 satélites.

Numa primeira fase, o projeto recebeu a aprovação para 4425 satélites serem colocados entre 1110 e 1325 quilómetros de altitude. A segunda vaga de 7518 satélites vai ser colocada entre 335 e 346 quilómetros. A SpaceX pretende oferecer, com esta rede, velocidades de gigabits comparáveis com as que se conseguem com acessos de fibra e de cabo, noticia o The Wall Street Journal.

Até março de 2024, a empresa de Elon Musk irá lançar metade dos satélites da primeira vaga, enquanto a segunda metade será colocada no espaço até março de 2027. Para a segunda vaga, os prazos variam entre os seis e os nove anos.

O projeto Starlink começou a ser conhecido em 2015 e, na altura, previa-se que até ao fim de 2018 seriam lançados os primeiros 400 satélites da rede. Para já, a SpaceX lançou apenas dois protótipos e compromete-se a começar a lançar os primeiros para órbita já no próximo ano.

  • 333