exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Português ganha prémio no Reino Unido com investigação em fotónica

WLADIMIR BULGAR/SCIENCE PHOTO LI

Um professor do Instituto Superior Técnico garantiu um prémio correspondente a 390 mil euros depois de encontrar forma de quebrar a simetria temporal determinada pelas leis da física

  • 333

Mário G. Silveirinha, professor do Instituto Superior Técnico, acaba de ganhar o Prémio Internacional A.F. Harvey para a Investigação, do Instituto de Engenharia e Tecnologia do Reino Unido (IET). O prémio avaliado em 390 mil euros vai ser aplicado no financiamento de mais cinco anos de investigação em torno da quebra da denominada simetria temporal e dos consequentes benefícios que pode ter para a fotónica.

Para se compreender o alcance do trabalho levado a cabo pelo professor do Instituto Superior Técnico, há que não esquecer um pressuposto que nem sempre é óbvio no dia-a-dia: de acordo com as leis da física, não é possível determinar se o tempo está a avançar rumo ao futuro ou rumo ao passado. E por isso se dá a este conceito o nome de simetria temporal – precisamente porque é indiferente se o tempo flui rumo ao futuro ou ao que já passou.

Ora, Mário G. Silveirinha distinguiu-se dos demais candidatos que tentaram arrebatar o prémio do conhecido instituto britânico precisamente por encontrar uma forma de quebrar a denominada simetria temporal – e poder alterar as propriedades de materiais que são usados em sistemas usam feixes de luz para os mais variados propósitos. O que deixa em aberto o desenvolvimento de uma nova geração de redes de telecomunicações, recorda o Instituto Superior Técnico em comunicado: «Esta quebra de simetria modifica as propriedades destes materiais tornando-as únicas, permitindo conceber novas fontes de luz, fibras óticas e guias de onda mais eficientes, ou materiais para captura de energia mais eficientes».

John O'Reilly, presidente do Comité de Seleção do IET, comentou a atribuição do prémio com as seguintes frases: «Mário G. Silveirinha venceu o Prémio de Investigação em Engenharia AF Harvey em reconhecimento dos seus excelentes resultados científicos e como um pioneiro no campo dos metamateriais e da fotónica. Esta é uma área de pesquisa fundamental que terá implicações importantes para aplicações como rádio móvel, radar e redes de comunicação em fibra ótica no futuro».

O trabalho levado a cabo por Mário G. Silveirinha vai ser apresentado durante uma palestra agendada para 18 de março em Londres.