exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Identificar minerais em tempo real? É possível, com um laser desenvolvido em Portugal

Investigadores do INESC TEC submeteram o pedido de patente europeia para a tecnologia laser baseada em Inteligência Artificial e que permite distinguir minerais em tempo real.

  • 333

Exame Informática

O sistema desenvolvido pelos investigadores do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) tem capacidade de autoaprendizagem e, mediante novos dados, vai aprendendo qual o novo comportamento a adquirir. A tecnologia laser usa a Inteligência Artificial para identificar e quantificar minerais em tempo real. O conceito que sustenta a inovação é o de LIBS, de laser-induced breakdown spectroscopy ou espectroscopia de plasma induzido por laser em português. A solução visa resolver um problema real da indústria mineira e o protótipo foi criado no contexto de um projeto de exploração de minas abandonadas, podendo ter várias aplicações em diversos setores de atividade, desde ambiente, agriculta, saúde, herança cultural, entre outros.

O sistema pulveriza a amostra de minerais colocada no laser, gerando um plasma que, quando arrefece, emite as riscas de energia específicas de cada elemento e é a partir desses dados, percebe qual o elemento a identificar e qual a respetiva quantidade, explica o comunicado de imprensa. «Um só elemento pode ter centenas de riscas de energia e uma matéria prima pode ter milhares. Perceber as riscas de energia de cada elemento é, no fundo, ter acesso a uma espécie de impressão digital do elemento», explica Pedro Jorge, investigador do Centro de Fotónica Aplicada (CAP) do INESC TEC e um dos inventores desta tecnologia.

Esta solução permite obter resultados em tempo real, sendo mais rápida que as alternativas que obrigam a que as amostras sejam enviadas para laboratório e oferece ainda menos propício a erros do que os dispositivos portáteis.

Os investigadores explicam que esta tecnologia permite aproveitar melhor os materiais, poupar recursos e diminuir o imapcto ambiental. A equipa recebeu luz verde e financiamento para estudar a tecnologia em contextos como a mineração de lítio, contaminação de solos e agricultura de precisão.

O objetivo passa agora por transferir esta tecnologia para a indústria, integrando este software de inteligência artificial transparente, em dispositivos mais pequenos e portáteis.

  • 333