exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Intel quer usar IA para reparar nervos na medula e curar certas paralisias

A Intel está a trabalhar com a Universidade de Brown e a DARPA numa iniciativa que usa Inteligência Artificial para ajudar pessoas paralisadas a conseguir mover-se novamente.

  • 333

Exame Informática

A Intel quer usar sistemas de IA para um dos maiores desafios da Medicina: ajudar os paralisados a andar novamente. O projeto Intelligent Spine Interface, uma colaboração da Intel, DARPA e Universidade de Brown, estuda a forma como sistemas de Inteligência Artificial podem ser usados para recuperar movimento e controlo da bexiga de pessoas que têm graves danos na medula.

Os investigadores vão captar sinais motores e sensoriais a partir da espinal medula de pacientes, durante dois anos. Os cirurgiões irão implantar elétrodos em ambas as extremidades, criando uma espécie de bypass, noticia o Engadget. Com esta estrutura, as redes neurais assentes em ferramentas da Intel vão aprender a comunicar comandos motores através do bypass e restaurar funções aos nervos danificados.

Numa primeira fase, vai haver uma interface externa no computador para interpretar os sinais, mas o objetivo a longo prazo é ter um sistema implementado que assegure a conexão.

Para já, o projeto tem objetivos que parecem mirabolantes e não há qualquer garantia que seja possível curar todas as paralisias, mas o trabalho será útil para descobrir novos conhecimentos sobre as medulas e acelerar a inovação em direção aos tratamentos.

  • 333