exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Investigadores desenvolvem algoritmo que recupera detalhes de imagens desfocadas

Tridsanu Thophet / EyeEm - Getty Images

A ferramenta é suportada por uma rede neural convolucional que combina pares de imagens para obter os resultados. A equipa de investigação do MIT tem intenções de aplicar o projeto a fins medicinais para aumentar a eficácia da análise, por exemplo, de raio-X

  • 333

Um grupo de investigadores do MIT desenvolveu um algoritmo capaz de recuperar detalhes perdidos em imagens e de criar cópias de vídeos com movimento e melhorar a sua definição. É chamado “visual deprojection model” e tem por base uma rede neural convolucional que foi treinada com pares de imagens (uma de baixa resolução e outra de alta definição).

Quando o modelo é usado para processar imagens de baixa qualidade e desfocadas que está a ver pela primeira vez, em primeiro lugar, analisa-as para detetar o que causou o desfoque dos pixeis no vídeo. O passo seguinte consiste em sintetizar novas imagens e combiná-las de forma a detetar a fonte de movimento no vídeo.

De acordo com o Engadget, durante os testes, a equipa de investigação conseguiu recriar 24 frames de um vídeo com este modelo e tem intenções de o aplicar para fins medicinais, nomeadamente, na conversão de imagens 2D (por exemplo: raio-X) em modelos 3D.

À mesma publicação, Guha Balakrishna, uma investigadora do MIT envolvida neste projeto, contou: «Se conseguirmos converter raios-X em exames TC, seria um grande avanço para a medicina. Significa que a partir de agora bastaria analisar um raio-X com o nosso algoritmo para detetar toda a informação perdida.»

  • 333