exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Ciência

Portugueses premiados por inventarem spray que substitui plásticos alimentares

Gary Yeowell - Getty Images

No pódio com a equipa nacional, SpraySafe, esteviram também os espanhóis da Venvirotch e os checos da MIWA. Nos dez finalistas estiveram também os portugueses da Refeel Good

  • 333

Francisco JM Garcia

O SpraySafe, um projeto português promovido pelo Centro de Investigação de Montanha do Instituto Politécnico de Bragança, que desenvolveu um spray para substituir e reduzir o uso de plástico na conservação de alimentos, foi premiado pelas instituições europeias no valor de 50 mil euros. Ao todo o concurso recebeu 543 candidatos dos quais apenas dez foram finalistas.

De acordo com a agência Lusa, o produto apresentado pelos portugueses é um spray feito através de produtos naturais, sustentáveis e comestíveis que procura substituir o plástico usado (em embalagens e outros recipientes) no processo de conservação de alimentos. O objetivo é manter a comida fresca e evitar a sua oxidação e/ou contaminação.

Também no pódio do Concurso Europeu de Inovação Social encontram-se o VEnvirotech, o projeto espanhol que se destacou por ter desenvolvido um método de produção de bioplásticos com bactérias, e o MIWA, o projeto originário da República Checa que pretende aplicar os princípios de uma economia circular nas práticas diárias com produtos embalados, nomeadamente, massas, cereais e ração para animais.

Importa mencionar que no grupo de finalistas encontra-se também o projeto Refeel Good, também nacional, cuja missão é apresentar um sistema de reutilização de garrafas de plástico. Ao acederem a uma aplicação de telemóvel os utilizadores podem colocar pedidos para que a empresa vá às suas casas e volte a encher garrafas de detergente e outros produtos domésticos.

Foi também distinguido com o Prémio de Impacto um programa de aprendizagem criado por um grupo austríaco, cujo objetivo é prestar auxílio na integração de jovens migrantes com um nível elevado de qualificações no mercado – este prémio é entregue a um dos semifinalistas da edição do ano anterior, caso o projeto tenha sortido efeitos positivos desde que foi apresentado.

  • 333