exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

Nvidia lança GeForce GTX 980 Ti e portáteis com G-Sync

A tecnologia G-Sync vai chegar aos portáteis e Asus, Clevo, Gigabyte e MSI serão os primeiros fabricantes a fazer chegá-la ao mercado. Mas os gamers também têm outra boa notícia: a Nvidia vai lançar a GTX 980 Ti, a sua nova GeForce de topo de gama para os consumidores mais exigentes.

  • 333

DX12, 4K e Realidade Virtual – estas são as três áreas onde a Nvidia vê o futuro do mundo dos jogos e onde está a apostar forte, como se pôde comprovar na apresentação que a empresa fez em Londres e na qual a Exame Informática marcou presença.

Assim, o fabricante começou por anunciar o lançamento da GeForce GTX 980 Ti, a placa gráfica que, segundo os responsáveis da Nvidia garantem um desempenho três vezes melhor que a GTX 680. Por exemplo, consegue uma performance de 61 fps no GTA 5 contra os 28 fps na GTX 680. A GTX 980 Ti é baseada na arquitetura Maxwell, tem 6 GB de memória GDDR5 e 2816 CUDA cores, está vocacionada para 4K e preparada para Advanced DX12. Segundo os responsáveis da Nvidia, as melhorias tecnológicas proporcionadas pelo novo Direct X farão sentir-se, principalmente, nos efeitos relativos a fumo, fogo e sombras. A gráfica terá um preço de €739 no mercado português.

Outra das grandes novidades foi o anúncio da disponibilização de G-Sync para portáteis. Para já, a Nvidia confirmou que Asus, Clevo, Gigabyte e MSI serão os primeiros fabricantes a fazer chegar portáteis com esta tecnologia ao mercado. Recorde-se que o G-Sync é a tecnologia da Nvidia que permite sincronizar a taxa de atualização do monitor com a do processador gráfico, sendo que terá uma arquitetura e implementação diferente em relação ao que acontece com os desktops, mas manterá o mesmo objetivo de proporcionar melhores cores e reduzir o ghosting, não apresentando impacto na performance. De referir que a Nvidia também apresentou sete novos monitores com G-Sync (quatro da Acer e três da Asus), sendo que o tamanho varia entre as 27” e as 35”.

No que diz respeito à realidade virtual, a Nvidia deu a conhecer o Multi-Res Shading, um GPU que está disponível para programadores de jogos de realidade virtual como parte da GameWorks SDK e que promete uma melhoria de 1.3x a 2x na performance do sombreado dos píxeis. O Multi-Res Shading também recorre à arquitetura Maxwell e a funcionalidade visa garantir que se faz render num único passo.