exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

AMD Radeon R9 Nano: processador gráfico de topo para PCs de pequenas dimensões

Com apenas 6”, o novo processador gráfico da AMD quer transformar PCs de pequenas dimensões em máquinas de jogos dotadas de elevado desempenho.

  • 333

Paulo Matos

A AMD apresentou oficialmente a Radeon R9 Nano. Este processador gráfico, que vem juntar-se à linha R9 do fabricante que é vocacionada para jogos em 4K e realidade virtual e onde já existem o Fury e o Fury X, destaca-se pelas dimensões reduzidas – são 6” – e pela aposta num desempenho de topo.

O slogan deste Nano é autoexplicativo – “Small Size, Giant Impact” (que pode ser traduzido por ‘pequeno tamanho, impacto gigantesco’) e na apresentação a que a Exame Informática assistiu os responsáveis da AMD foram claros sobre o público-alvo deste novo processador gráfico: utilizadores que procuram uma elevada performance para uma máquina de pequenas dimensões (por exemplo, míni PCs).

Na prática, isto significa que a AMD quer transformar form factors pequenos em máquinas de jogos, possibilitando, por exemplo, que um mini-ITX de 6,7” possa contar com um processador gráfico de elevado desempenho. De acordo com o fabricante, atualmente não há nada parecido no mercado (o mais parecido é o GTX 970 Mini).

Para mostrar as inovações presentes neste Radeon R9 Nano, a AMD fez uma comparação com o 290X, que foi lançado há dois anos, e assegura que o novo processador gráfico é: 40% mais pequeno, 30% mais rápido e consome menos 30% de energia. Além disso, tem uma temperatura operacional de 75⁰, ou seja, menos 20⁰ que a 290X.

A R9 Nano tem uma largura de memória de até 512 GB/s, PCIe 3.0, uma porta HDMI e três DisplayPort, suportando DirectX 12 e FreeSync. Pode ver as especificações completas na última imagem da galeria acima.

O novo processador gráfico chega ao mercado a 10 de setembro e o preço anunciado é de 649 dólares (cerca de 564 euros).

  • 333