exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Hardware

As novidades da Microsoft: um portátil, o Surface Pro 4 e três novos Lumia

Além dos já esperados Surface Pro 4 e telemóveis Lumia, a Microsoft anunciou hoje um convertível, chamado Surface Book. Todos os dispositivos têm em comum o sistema operativo: Windows 10.

  • 333

Paulo Matos

Surface Book

Surface Book

Surface Pro 4

Surface Pro 4

Lumia 950 e 950XL

Lumia 950 e 950XL

Lumia 950 e 950 XL

Lumia 950 e 950 XL

A Band passa a ter um ecrã redondo

A Band passa a ter um ecrã redondo

Depois do lançamento oficial do Windows 10 em julho, a Microsoft apresentou hoje uma série de equipamentos que pretendem tirar o máximo proveito do novo sistema operativo, que, segundo os responsáveis da empresa, já está presente em 110 milhões de dispositivos. A estrela maior do evento foi o Surface Book (sim, a Microsoft anunciou um portátil), mas houve novidades a nível de tablet e telemóveis, entre outras.

O Surface Book é um portátil convertível da Microsoft, que apresenta um ecrã de 13,5”, GPU (opcional) Nvidia GeForce com GDDR5 - que está presente no teclado e não na parte do tablet - e, de acordo com a marca, uma autonomia de 12 horas. O preço começa nos 1499 dólares e chegará primeiro aos mercados norte-americano e canadiano, sendo que a Microsoft Portugal já fez saber que o equipamento não estará disponível a curto prazo no nosso país.

Se o Book foi uma surpresa, o anúncio do Surface Pro 4 já era aguardado. O novo híbrido tem um ecrã de 12,3”, uma espessura de 8,4 mm, 16 GB de RAM, 1 TB de armazenamento e processadores Intel Core i5 e i7 de sexta geração. Segundo a Microsoft, o dispositivo é 30% mais rápido que o Surface Pro 3 e 50% mais veloz que o MacBook Air. A capa/teclado também foi renovada e passa a incorporar um trackpad 40% maior. O Surface Pro 4 começará a ser vendido a 26 de outubro e o preço mais baixo será de €1029 em Portugal.

Telemóveis: dois novos topos de gama e um modelo de entrada de gama

No que diz respeito a smartphones, o Lumia 950 é o primeiro topo de gama com Windows 10 e apresenta um ecrã OLED WQHD de 5,2” (2560x1440). Incorpora um processador Qualcomm de seis núcleos, 32 GB de armazenamento, uma câmara de 20 MP, uma porta USB Type-C e a tecnologia de arrefecimento líquido que já está presente no Surface, sendo que a Microsoft promete que o telemóvel será capaz de carregar 50% da capacidade da bateria em 30 minutos.

A empresa anunciou também uma versão XL – com um ecrã de 5,7” e processador de oito núcleos –, sendo que ambos os terminais chegarão ao mercado em novembro. Os dois smartphones têm uma tecnologia que permite que as notificações (chamadas, emails, data, etc.) fiquem visíveis no ecrã, sem ser preciso aceder ao menu inicial. Nos Estados Unidos, o Lumia 950 custará 549 dólares e o 950 XL terá um preço de 649 dólares. Importa referir que foi igualmente anunciada uma dock com portas HDMI, DisplayPort e USB, que permitem ligar estes terminais a um monitor.

Mas a Microsoft também deu a conhecer um modelo de entrada de gama (embora o tenha feito de forma sucinta). Chama-se Lumia 550, tem um processador de quatro núcleos e apresenta um preço de 139 dólares no mercado norte-americano.

HoloLens e Band

A HoloLens também esteve em destaque no evento de hoje, tendo a Microsoft anunciado que os programadores poderão ter acesso à primeira versão do equipamento durante o trimestre inicial do próximo ano por um valor de 3 mil dólares.

A Band, o wearable de fitness da empresa, não foi esquecido e a versão 2 terá um ecrã curvo, barómetro e integração com Cortana.